X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Policial baleado na Serra segue internado em estado grave

De acordo com o delegado que investiga o caso, o militar não teve perda de massa encefálica e está com sinais vitais

Anny Freire, com informações de Júlia Afonso e Aguinor Malaphaia | 11/02/2022 20:48 h

Segue em estado grave o soldado da Polícia Militar que foi baleado na cabeça enquanto estava em frente a um supermercado localizado no bairro Nova Carapina 2, na Serra. O crime aconteceu na tarde da última quarta-feira (09), por volta das 13h40.

De acordo com o delegado que investiga o caso, o militar não teve perda de massa encefálica e está com sinais vitais. "Temos fé que ele vai sobreviver a essa ação criminosa e continuar exercendo a profissão que ele tanto ama e era respeitado entre nós da segurança pública", disse o delegado Rodrigo Sandi Mori.

Câmeras de segurança registraram o momento em que dois homens passam pela vítima, que estava encostada no muro do supermercado, e depois voltam para efetuar o disparo. A vítima foi baleada na cabeça e caiu ferida no chão.

O secretário de segurança pública, Alexandre Ramalho, disse que o crime não ficará impune, pelo fato de se tratar de alguém que serve à segurança pública capixaba. “A culpa não pode cair sobre a segurança pública, sobre nossas polícias e colegas de profissão, que se desdobram para levar segurança à sociedade capixaba”., ressaltou.

Ele disse ainda que, o caso é muito triste, já que se trata de um integrantes da força de segurança. "Temos o objetivo de proteger a sociedade. Quando vemos um colega nosso ser atingido da forma como ele foi, isso nos deixa indignados e revoltados, e nos faz conclamar a sociedade capixaba sobre essa legislação penal, que é cheia de brechas e leis garantistas, como progressão de regime e pena, fianças e saída temporária", disse.

Suspeitos presos

A Polícia Civil prendeu, cerca de 24 horas após o crime, dois suspeitos de atirar no soldado da policial militar. A prisão foi feita em meio a uma operação realizada pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS