Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Polícia investiga suspeita de abuso sexual contra bebê de 3 meses em Vitória

| 25/02/2021 18:24 h | Atualizado em 25/02/2021, 18:50

Delegacia de Proteção à Criança e Ao Adolescente
Delegacia de Proteção à Criança e Ao Adolescente |  Foto: Divulgação / SESP

Um possível caso de abuso sexual de um bebê de 3 meses está sendo investigado pela Polícia Civil, em Vitória. A ocorrência foi registrada após a Guarda Civil Municipal (GCMV) ser acionada por funcionários de uma Unidade de Saúde, nesta quinta-feira (25).

De acordo com a GCMV, as profissionais da saúde informaram aos agentes que a criança, que estava acompanhada de uma mulher, apresentava suspeita de sinais de abuso sexual.

"A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e o Conselho Tutelar foi chamado. A criança foi levada para ser submetida a exames no Departamento Médico Legal (DML)", disse a Guarda Municipal, por meio de assessoria.

A Polícia Civil informou, por nota, que o caso foi registrado na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), que vai realizar a investigação. "Para que a apuração seja preservada, nenhuma outra informação será repassada", afirmou a PC.

Procurada, a Secretaria Municipal de Saúde de Vitória (Semus) informou que esse é o procedimento padrão nas unidades de saúde.

"Quando uma equipe de saúde identifica um caso suspeito de violência sexual, a situação é imediatamente encaminhada à DPCA para registro do boletim de ocorrência e ao Conselho Tutelar para compreender o contexto familiar e decidir o acolhimento da criança", diz a nota encaminhada pela secretaria.

Já a Secretaria de Assistência Social de Vitória (Semas), responsável pelo Conselho Tutelar do município, afirmou que, em caso de possível abuso de criança, ela passa pelos cuidados da saúde dentro do período de 72 horas e, se houver confirmação do crime, é retirada da família e pode ficar em acolhimento institucional.
 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS