Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pastor é rendido dentro de igreja e tem carro roubado

| 10/12/2019 20:03 h | Atualizado em 11/12/2019, 16:11

Pastor perde carro em assalto no Bairro Feu Rosa, na Serra
Pastor perde carro em assalto no Bairro Feu Rosa, na Serra |  Foto: Antonio Moreira/AT

O pastor de uma igreja evangélica do bairro Feu Rosa, na Serra, foi rendido por bandidos dentro do templo e obrigado a entregar os pertences e o carro dele, um Toyota Hilux branco, na manhã dessa segunda-feira (09). Essa foi a segunda vez que a vítima teve o veículo levado por criminosos no mesmo local.

Pelo menos dois bandidos participaram do crime. Testemunhas contaram à reportagem de A Tribuna que um carro branco ficou estacionado em uma esquina da igreja, enquanto um suspeito, armado, entrou no templo, por volta das 8h.

O veículo do pastor estava estacionado em frente a igreja. O portão, que costuma ficar trancado, dessa vez estava aberto. O bandido entrou no templo e rendeu pastor, que entregou ao criminoso o celular, dinheiro e a chave do carro.

Depois disso, os bandidos fugiram, levando o veículo. A vítima foi até a 3ª Delegacia Regional da Serra para registrar a ocorrência, e preferiu não conversar com a reportagem, para se resguardar.

No bairro onde o crime aconteceu, moradores disseram que se acostumaram a conviver com a violência. “Meu irmão mesmo foi assaltado no ponto de ônibus, 4h30 da manhã, enquanto ia para o trabalho, há uns 6 meses. A gente mora perto de uma Companhia da Polícia Militar, mas raramente vê uma viatura passando”, declarou um encarregado de obras, de 55 anos, que não quis se identificar.

Eles disseram que o roubo a pedestres é o mais comum na região. Os veículos, no entanto, não saem da mira dos bandidos. Tanto que, há cerca de 8 meses, o mesmo carro do pastor foi roubado, na frente da igreja.

Na ocasião, os membros se preparavam para uma excursão, e vários membros estavam na frente da igreja quando bandidos levaram a Hilux. Como tem rastreador, o carro foi recuperado.

“Aqui tem assalto todo dia. Os pedestres sofrem e os moradores também, porque os bandidos estão dominando. É difícil conviver com isso, mas é o que o bairro virou”, desabafou um comerciante, que preferiu não ter a identidade revelada.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS