X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

"Não é cena que deveria ser exibida e lamentamos muito", afirma secretário de Segurança sobre ameaça a jornalistas

| 02/03/2021 14:49 h | Atualizado em 02/03/2021, 15:29

O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Civil, Coronel Alexandre Ramalho, lamentou a ameaça de criminosos a repórteres e cinegrafistas da TV Tribuna/SBT e da TV Gazeta, no início da manhã desta terça-feira (02), no bairro Planalto Serrano, na Serra. Além de expulsar os profissionais do bairro, os criminosos efetuaram um disparo para o alto no momento em que uma equipe fazia uma entrada ao vivo na TV.

"(Primeiro) lamentar o ocorrido com a imprensa, não era a cena que nós queríamos que fosse exibida para o Espírito Santo. Nós lamentamos muito", afirmou o secretário, em entrevista concedida na tarde desta terça. "Nossa solidariedade a toda a imprensa capixaba e também às comunidades que nós lutamos diariamente que fatos com este não ocorram", disse ainda.

Coronel Ramalho também apresentou um balanço das 1.830 ações realizadas no bairro no último ano, sendo que 430 pessoas foram detidas e, destas, 87 foram detidas mais de uma vez. "Nossos policiais também tiveram suas vidas ameaçadas pela criminalidade e pelo tráfico local", analisou.

De acordo com a repórter Suzy Faria, da TV Tribuna/SBT, a ameaça foi feita por dois homens em uma moto. "A gente chegou cedo ao bairro para poder registrar as pessoas assustadas, reclamando que tinham que andar muito para pegarem o ônibus na parte baixa do bairro. Estávamos mostrando a situação. Cerca de 40 minutos depois, desceram dois rapazes de motocicleta, um com a mão na cintura, como se estivesse armado, e olhando para a equipe da TV Gazeta, que estava ao vivo. Eu estava no ponto de ônibus, do outro lado da rua, e comecei a monitorar essas pessoas porque desconfiei", contou.

Suzy Faria contou que, depois de ameaçar a equipe da TV Gazeta, a dupla fez gestos para as outras equipes. "Eles passaram por mim e chegaram um pouco mais a frente, já começaram a fazer aquele sinal de "cair fora" para as equipes. Estava até me preparando para gravar, mas não consegui. Nessa hora vi ele parando do lado das equipes, mandando sair e apagar as imagens porque eles não queriam problema com ninguém. Disseram que tinha que apagar as imagens 'porque senão os meninos iam ver'", relatou Suzy.

O Governador do Estado, Renato Casagrande, e a Assembleia Legislativa, por meio da Comissão de Segurança Pública, liderada pelo deputado Luiz Durão, , lamentaram as ameaças sofridas pelos jornalistas.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS