Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Na mesma cela: condenado por estupro é morto pelo irmão de uma de suas vítimas

| 10/08/2021 17:13 h | Atualizado em 10/08/2021, 17:33

Shane espancou Robert até a morte
Shane espancou Robert até a morte |  Foto: Divulgação

Um estuprador foi morto pelo companheiro de cela, em Washington, nos Estados Unidos. O acusado de matar o detento é irmão de uma das vítimas do abusador. A história, que mais se assemelha a um enredo de filme, foi reproduzida pela revista Monet. 

Robert Munger, de 70 anos, cumpria pena de 43 anos no Centro Correcional Airway Heights por abuso infantil, estupro de menor e posse de material contendo pedofilia. 

Após inúmeras transferências de presídios por ter entrado em, pelo menos, 20 lutas corporais com agentes penitenciários, Shane Goldsby, de 26 anos, foi levado para a mesma cadeia onde estava Robert em junho de 2020. Mais do que isso, os dois passaram a dividir a mesma cela. 

Para vingar o estupro sofrido pela irmã, Shane espancou Robert até a morte. O laudo mostra que o estuprador foi atingido 14 vezes na cabeça e no rosto, além de ter a cabeça pisoteada cerca de outras quatro vezes e ainda teve o rosto chutado por mais algumas vezes até que os carcereiros chegassem para afastá-lo. 

No julgamento, Shane disse que ter ficado na mesma cela do que o abusador de sua irmã não foi coincidência, mas algo planejado pelos agentes. Já a polícia de Washington defende os profissionais e disse que tudo foi por acaso. 

Shane foi julgado na última terça (3) e teve a pena ampliada em 24 anos por ter matado Robert. 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS