X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mulher morta a tiros em Vila Velha estava em prisão domiciliar

A Sejus informou que ela deu entrada no sistema prisional em maio de 2020

Redação Tribuna Online | 19/07/2022 16:29 h

A mulher encontrada morta, na manhã desta terça-feira (19), na Estrada do Dique, em Vila Velha, e identificada como Bruna Pinheiro, de 28 anos, cumpria prisão domiciliar por tráfico de drogas.

De acordo com a Secretaria de Estado da Justiça do Espírito Santo (Sejus), a vítima do assassinato teve entrada no sistema prisional no dia 4 de maio de 2020, onde permaneceu no Centro Prisional Feminino de Cariacica. Depois, no dia 15 de maio de 2020, ela foi beneficiada com a prisão domiciliar.

O que se sabe sobre o assassinato:

De acordo com a reportagem da TV Tribuna/SBT, a vítima foi encontrada por um ciclista que passava pela região, por volta das 5h30 da manhã desta terça (19).

Já o veículo, que não tem restrição de roubo ou furto, estava com a porta traseira aberta e com sangue na parte de dentro. No porta-malas, os peritos da Polícia Civil encontraram acessórios de praia e brinquedos de crianças.

Ao lado do carro, a Polícia Militar encontrou cerca de seis cápsulas de balas de arma de fogo. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS