X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Polícia

Mulher é resgatada de cárcere privado em Cariacica

Suspeito foi autuado em flagrante por lesão corporal qualificada. No entanto, foi solto para responder em liberdade



Imagem ilustrativa da imagem Mulher é resgatada de cárcere privado em Cariacica
Crime aconteceu em Porto Novo |  Foto: Reprodução/TN1

Uma mulher, de 25 anos, foi resgatada após ser agredida e mantida presa dentro de casa pelo companheiro, de 20 anos, no bairro Porto Novo, em Cariacica, na tarde da última terça-feira (02).

De acordo com a polícia militar, uma equipe foi acionada porque um homem estaria agredindo a companheiro e a mantendo em cárcere privado. 

No local, uma familiar da vítima contou para os policiais que a mulher havia decidido terminar o relacionamento, mas o suspeito não aceitou a decisão. Foi nesse momento que ele começou a agredi-la e a trancou dentro de casa.

"As equipes entraram na residência e encontraram a vítima no chão e o suspeito saindo de um dos quartos. Em conversa com a mulher, ela contou que estava sendo agredida desde a manhã daquele mesmo dia", revelou a PM por nota.

A vítima foi socorrida ao Pronto Atendimento de Alto Lage, enquanto o suspeito foi conduzido à 4ª Delegacia Regional de Cariacica.

A Polícia Civil informou que a vítima foi direcionada ao espaço 'Salas Marias' e posteriormente prestou depoimento à autoridade policial.

O suspeito foi autuado em flagrante por lesão corporal qualificada na forma da Lei Maria da Penha. No entanto, foi solto para responder em liberdade.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: