X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Polícia

Mulher é presa ao tentar aplicar golpe do Pix para comprar comida

Prisão aconteceu na tarde desta segunda-feira, em Costa Dourada


Imagem ilustrativa da imagem Mulher é presa ao tentar aplicar golpe do Pix para comprar comida
Pix é o pagamento instantâneo brasileiro. O meio de pagamento criado pelo Banco Central (BC) em que os recursos são transferidos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. É prático, rápido e seguro. |  Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Uma repositora, de 37 anos, foi presa por estelionato suspeita de aplicar o Golpe do Pix para comprar refeição. A prisão aconteceu na tarde desta segunda-feira (14), em Costa Dourada, na Serra. O crime foi denunciado por um casal, que recebia pedidos da mulher desde outubro do ano passado.

A polícia contou que, segundo as vítimas, a repositora sempre fazia o pagamento via Pix, após os pedidos das refeições e enviava para eles, pelo WhatsApp,  os comprovantes para confirmar o pagamento. No entanto, nesta segunda, ao solicitar novamente uma refeição e, em seguida, enviar o comprovante, os donos do negócio perceberam que era falso. 

Os militares contaram ainda que, os vendedores perceberam em diversos comprovantes, enviados por ela, estavam com datas e valores alterados para que fossem aceitos, no entanto a identificação da transação tinha sempre o mesmo código.

Após a denúncia, os policiais foram até o endereço da mulher, onde ela confessou que aplicava o golpe usando um aplicativo de celular para alterar os comprovantes. A mulher foi detida e encaminhada à Delegacia Regional da Serra.

A Polícia Civil informou que a conduzida foi autuada em flagrante pelo crime de estelionato e encaminhada ao Sistema Prisional.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: