X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Polícia

Motociclista sem carteira atropela estudante

Rapaz de 24 anos tem CNH apenas para dirigir carro. Criança estava voltando da escola quando houve o acidente, em Vitória


Imagem ilustrativa da imagem Motociclista sem carteira atropela estudante
Guarda Municipal, Josenildo de Paula Souza deitou no chão para acalmar a menina, de 9 anos, que foi atingida quando voltava da escola, em Vitória |  Foto: Kadidja Fernandes/AT

Um jovem de 24 anos, sem carteira de habilitação para conduzir moto, atropelou uma menina de 9 anos, na tarde de quarta-feira (16), quando a criança tinha acabado de sair da escola, na Avenida Paulino Muller, no bairro Ilha de Santa Maria, em Vitória.  

Segundo a Polícia Militar, o condutor só possuía habilitação para carro. O homem foi notificado  pela infração de trânsito, mas, de acordo com a polícia, não houve representação contra ele por lesão corporal.

No momento do acidente, a criança estava acompanhada do irmão, de 10 anos. Os dois haviam acabado de sair da escola e caminhavam pelo canteiro central que separa as pistas.

Segundo testemunhas, a menina soltou a mão do irmão e tentou atravessar para o outro lado da avenida. Neste momento, o motociclista, que seguia em direção à Avenida Beira-Mar, foi surpreendido e atingiu a menina. 

Com o impacto da batida, a criança ficou com várias escoriações pelo corpo. 

A vítima ficou deitada no chão até a chegada do Corpo de Bombeiros, bastante nervosa com o acidente. O inspetor da Guarda Municipal, Josenildo de Paula Souza, chegou a deitar no chão, ao lado da menina, para tranquilizá-la. 

“Me aproximei para acalmá-la e fiquei conversando para que ela não dormisse”, disse o inspetor.

A mãe das crianças, a dona de casa Marcela Cristina, contou que estava em casa quando recebeu a notícia. Ao ver a filha no chão, Marcela ficou bastante nervosa e começou a chorar. “Tenho mais três filhos pequenos e já estava aguardando a volta deles”, disse. 

Segundo o motociclista, que não quis se identificar, a menina entrou na via de repente. Ele contou que, momentos antes, já havia desviado de outra criança que atravessou a rua correndo. O rapaz teve ferimentos nos braços. 

“Tentei parar, mas não consegui. Quando percebi, eu já estava no chão com ela”, contou o jovem.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: