X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Motoboy é esfaqueado durante assalto em Vila Velha

| 21/10/2020 18:20 h

O motoboy reagiu ao assalto e acabou levando sete facadas, que atingiram as costas e o braço direito da vítima
O motoboy reagiu ao assalto e acabou levando sete facadas, que atingiram as costas e o braço direito da vítima |  Foto: Anny Freire

Um motoboy, de 35 anos, foi esfaqueado durante um assalto na noite da última terça-feira (20) no bairro Ataíde, em Vila Velha. Jeferson Cabral Junior reagiu ao assalto e acabou levando sete facadas. Elas atingiram as costas e o braço direito da vítima.

De acordo com Jeferson, o crime aconteceu quando ele chegava em casa após mais um dia de trabalho.

“Eu estava saindo do trabalho, em Itapoã, e indo pra casa quando encontrei um amigo meu e fomos embora juntos. No caminho percebemos um carro que estava colado na gente, chegamos a encostar as motos um pouco para a direita e esse carro passou pela gente”, contou.

Após deixar o amigo em casa e seguir para sua residência, Jeferson notou que o carro havia voltado.

“O carro passou direto e eu virei a esquerda que era a rua da minha casa, ele voltou e me seguiu mas eu não tinha percebi. Quando cheguei em casa, buzinei pra minha esposa abrir o portão, nesse meio tempo, o motorista do carro me fechou, os dois saíram e anunciaram o assalto”, explicou Jeferson.

Os dois criminosos, que estavam em um carro cinza, se aproximaram e anunciaram o assalto. Foi então que o motoboy reagiu e acabou sendo golpeado. “Eles estavam bem alterados, começaram a dizer que iam dá tiros, mas eu vi que eles não estavam armados com arma de fogo, por isso eu reagi”, pontuou o motoboy.

“Quando eles vieram pegar meu celular eu não deixei, foi nesse momento que eles puxaram, a moto caiu e eu caí por cima da moto de barriga pra baixo, foi aí, eu acho, que eles efetuaram as facadas nas minhas costas, mas de sangue quente, na adrenalina, eu não senti na hora”, disse.

Após golpear o motoboy, com sete facadas, um dos assaltantes fugiu levando a moto que ele utiliza como instrumento de trabalho, e o outro fugiu no carro em que eles chegaram.

“No momento que eu estava caído um dos caras montou em cima da moto e saiu, eu ainda consegui levantar e corri atrás dele, mas eu estava sem força e acabei caindo com muita dor e falta de ar, foi ai que me dei conta que eu havia sido esfaqueado”, contou o motoboy.

Muito emocionado, Jeferson contou que logo em seguida a esposa dele abriu o portão e sua filha veio correndo muito preocupada. “Ela veio desesperada gritando ‘meu papai vai morrer, papai eu te amo’”, disse.

Por conta dos ferimentos, Jeferson precisou passar por uma cirurgia durante a noite de terça-feira e teve alta médica na manhã de ontem (21).

“O médico disse que eu dei sorte, pois o corte foi profundo mas não atingiu nenhum órgão”, ressaltou.

Para Jeferson, fica a sensação de impunidade. “Agora vou ter que correr atrás para comprar outra moto, enquanto isso eu fico parado, sem ter o que fazer, porque é do meu trabalho que sai os pães dos meus filhos”, explanou.

Segundo a Polícia Civil, o caso foi registrado como tentativa de latrocínio e seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV). Informou ainda que nenhum suspeito foi detido.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS