X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Morte que resultou em toque de recolher vai ser investigada por setor especial

| 18/06/2020 19:22 h

Comércio fechou as portas em Tabuzeiro
Comércio fechou as portas em Tabuzeiro |  Foto: Fábio Nunes/ AT/ 18/06/2020

Um jovem, que ainda não foi identificado, morreu durante um confronto com policiais militares, no Morro do Macaco, em Vitória, e o caso vai ser investigado pelo Serviço de Investigações Especiais (SEI), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

De acordo com a Polícia Civil, o setor é responsável por investigar todas as mortes ou tentativas de homicídio que envolva policiais militares ou civis no exercício de sua função. 

Segundo a Polícia Militar, seis indivíduos armados teriam atirado contra os policiais durante uma operação no Morro do Macaco, em Vitória, na noite dessa quarta-feira (17). Houve confronto e um deles foi baleado, mas não resistiu aos ferimentos.

Na manhã desta quinta (18), traficantes passaram impondo um toque de recolher no comércio dos bairros de Tabuazeiro e Itararé, em Vitória. 

Testemunhas contaram que suspeitos armados em duas motocicletas teriam passado ordenando o fechamento das lojas. Um deles, inclusive, estaria segurando um galão de gasolina. 

Em nota, a Policia Civil afirmou que o corpo do suspeito foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser identificado, liberado pelos familiares e para ser feito o exame cadavérico, que apontará a causa da morte.

O revólver calibre 38. encontrado com o jovem será encaminhado ao setor de balística, juntamente com as munições, e a droga será encaminhada para o Laboratório de Química Legal, do Departamento Medico Legal da Policia Civil, para ser analisado e posteriormente incinerada.

Por meio de nota, a PM afirmou que está acompanhando a sitação nos bairros e que, após reforçarem o policiamento na região, cerca de 60% do comércio voltou a abrir as portas.

Entenda

Supermercados, padarias, farmácias e parte do comércio dos bairros de Tabuazeiro e Itararé, em Vitória, tiveram que fechar as portas na manhã desta quinta-feira (18), depois que traficantes passaram impondo um toque de recolher na região.

Testemunhas contaram que suspeitos armados em duas motocicletas teriam passado ordenando o fechamento das lojas. Um deles, inclusive, estaria segurando um galão de gasolina. O motivo para o toque de recolher seria a morte de um jovem na noite de quarta-feira (17), durante um confronto com a Polícia Militar no Morro do Macaco.

Segundo a corporação, seis indivíduos armados teriam atirado contra os policiais. Houve confronto e um deles foi baleado, mas não resistiu aos ferimentos. 

Tenente Guiliano Amorim, comandante de policiamento de unidade (CPU) do 1° Batalhão da Polícia Militar
Tenente Guiliano Amorim, comandante de policiamento de unidade (CPU) do 1° Batalhão da Polícia Militar |  Foto: Fábio Nunes/ AT/ 18/06/2020
"Depois das denúncias sobre o toque de recolher nós montamos uma operação para reforçar o policiamento na avenida Leitão da Silva, Marechal Campos, Tabuazeiro e Itararé. Pretendemos que a situação se tranquilize e que as pessoas voltem às atividades", declarou o tenente Guiliano Amorim, comandante de policiamento de unidade (CPU) do 1° Batalhão da Polícia Militar.

Na operação que vitimou o jovem, a polícia também apreendeu um revólver de calibre 38 e drogas. "Não sabemos ainda quem é esse indivíduo que foi morto, mas tudo indica que esse toque de recolher é uma represália a isso", ressaltou o tenente.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS