X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Menino esconde vizinha com bebê de colo em casa para evitar agressão

A mulher havia sido agredida pelo marido e saiu de casa

Kananda Natielly | 18/07/2022 12:53 h

Uma mulher de 28 anos foi agredida no domingo (17) pelo próprio marido, de 42 anos, quando estava com um bebê de seis meses no colo, dentro de casa, em Morada da Barra, em Vila Velha. Um menino de 11 anos acolheu a vítima em casa para que fugisse das agressões.

Segundo a Polícia Militar, após acionamento do Ciodes (Centro Integrado Operacional de Defesa Social), uma guarnição prosseguiu no local e fez contato com a vítima, que contou que o marido  estava alcoolizado quando desferiu tapas no seu rosto, tentando empurrar a sua cabeça contra o guarda-roupa.

As agressões aconteceram  na frente dos seus filhos do casal, quando a vítima  estava com uma  a bebê no colo.

Uma auxiliar de limpeza,  de 39 anos, é vizinha do casal e contou que esta não foi a primeira vez. 

“Já ouvi brigas algumas vezes. No dia seguinte ela veio falar que eles tinham brigado feio. Eu falava que se o homem agredir uma vez, ele vai fazer sempre. Homem quando bate uma vez ele pode até matar. Dei o conselho para não perdoar mais”, contou. 

Ainda segundo a vizinha, o homem  tentou amenizar o lado dele para a polícia dizendo que ele era trabalhador. 

“Eu me senti impotente vendo toda a situação. Ela foi parar na minha casa. Estava todo o tempo  gritando, falando que ele ia pegar ela. Quando aconteceu a agressão, eu não estava em casa. Mas as crianças estavam na minha casa”, disse a vizinha.

“O meu filho de 11 anos que a acolheu. Eu moro aqui há 14 anos. Acredito que ela não larga o marido porque tem três filhos e, sozinha, ficaria difícil trabalhar”.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS