Login

Atualize seus dados

VIOLÊNCIA

Menina de 8 anos é vítima de bala perdida em Cariacica

A criança estava dentro de casa, quando foi atingida pelo tiro

14/01/2022 14:39:38 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Menina de 8 anos é vítima de bala perdida em Cariacica
Menina precisou fazer curativo no ferimento Foto: Reprodução/TV Tribuna-SBT
 

Uma menina de 8 anos foi vítima de uma bala perdida, dentro de sua própria casa, no bairro Jardim Botânico, em Cariacica. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (13), por volta das 13h30. De acordo com a reportagem da TV Tribuna/SBT, a menina estava sentada no sofá com a prima de de 1 ano e 10 meses e, por pouco, a bebê não foi atingida.

Em entrevista à TV, a criança vítima do disparo contou que estava sentada e mexendo no celular, quando viu um objeto caindo do teto. "Eu pensei que era uma pedra, mas quando eu vi, minha roupa estava cheia de sangue. Foi quando eu gritei pela minha mãe e ela me levou lá pra fora", relatou a menina, que foi socorrida com a ajuda da Polícia Militar.

No entanto, quando chegou no Hospital Infantil, ela foi liberada logo após fazer os curativos, porque os ferimentos não eram graves, uma vez que a bala só a atingiu de raspão. 

Imagem ilustrativa da imagem Menina de 8 anos é vítima de bala perdida em Cariacica
Marca no telhado por onde a bala passou Foto: Reprodução/TV Tribuna
 

Moradores da região contaram à repórter Suzy Faria, que no horário do incidente, ninguém ouviu troca de tiros, confrontos ou disparos isolados, que justificassem o ferimento da jovem. Por isso, a mãe da menina acredita que alguém tenha atirado para o alto, achando que não acertaria ninguém.

"Eles acham que atirando para cima não vai acertar ninguém, mas acerta sim. Chamam de bala perdida, mas é achada, porque encontrou a minha filha. Deus que colocou a mão e ela tá viva em nome de Jesus", afirmou a mulher.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que, até o momento, nenhum suspeito foi apreendido. "O caso seguirá sob investigação da Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM) e detalhes da investigação não serão divulgados, por enquanto", diz o comunicado.        

A polícia ainda destacou que população tem papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas.