Login

Atualize seus dados

VIOLÊNCIA

Manicure é agredida com cadeiradas, socos e chutes após bater carro do marido

Caso aconteceu na noite de quarta-feira (24), em Castelo Branco, Cariacica

25/11/2021 14:38:33 min. de leitura

Com as mãos enfaixadas, a manicure Solange Coco, de 47 anos, mostrou com tristeza as marcas de violência que sofreu do próprio marido, o manobrista Raimundo Alves de Oliveira Neto, de 54 anos, na noite de quarta-feira (24), em Castelo Branco, Cariacica.   

Imagem ilustrativa da imagem Manicure é agredida com cadeiradas, socos e chutes após bater carro do marido
Manicure é agredida com cadeiradas, socos e chutes após bater carro do marido Foto: Fabio Nunes / AT
 

O manobrista foi preso em flagrante pelos crimes de lesão corporal, injúria e ameaça na forma da Lei Maria da Penha, após a acusação de ter agredido a vítima com socos, chutes e cadeiradas, depois que a manicure bateu com o carro do casal.

Segundo a Polícia Militar, após acionamento do Ciodes, militares foram até o bairro e foram abordados pela vítima que informou que estava em sua casa com seu esposo e quando teve um desentendimento os dois debateram sobre um dano em seu veículo. 

A manicure explicou que bateu com o carro na última terça-feira (23). O acidente aconteceu após uma peça do carro ter caído e ao conferir a peça , a vítima bateu com a traseira frontal e um outro veículo. O carro não teve prejuízos financeiros altos, mas segundo a vítima, foi o suficiente para o casal iniciar uma discussão.

“Em 27 anos de juntos não é a primeira vez que isso acontece, mas dessa vez foi parar na polícia porque foi muito grave, se meu filho não tivesse chegado eu teria morrido.” explicou a vítima. 

Em seguida, ainda segundo a vítima, o seu esposo que estava embriagado a agrediu com diversos socos, depois a jogou contra os móveis e pisou em cima dela. A vítima ainda contou que posteriormente ela conseguiu pedir socorro quando seu filho de 25 anos, estava chegando em casa e conseguiu intervir. 

Após o relato da vítima, a polícia fez contato com o acusado que afirmou ter desferido um soco em sua esposa, porém alega que foi em legítima defesa, pois ela ameaçou jogar sobre ele uma panela com óleo quente. 

Os dois foram encaminhados para a Delegacia Especializada da Mulher