Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mãe é presa após exame em bebê acusar 4 tipos de drogas

| 13/10/2020 15:09 h | Atualizado em 13/10/2020, 15:37

Imagem ilustrativa da imagem Mãe é presa após exame em bebê acusar 4 tipos de drogas

Uma mulher, de 32 anos, foi presa suspeita de dar quatro tipos diferentes de drogas para seu filho de apenas 11 meses de idade, após exames acusarem a presença dos entorpecentes no organismo da criança.

Brittany Kuter é do estado do Texas, nos Estados Unidos da América e tem uma extensa ficha criminal, desde 2013. Incluindo 15 prisões por fraudes e furtos.

A investigação do caso do neném teve início quando uma outra filha de Kuter informou às autoridades locais que sua mãe usava drogas em casa, perto de seu irmão mais novo. Além disso, a menina disse que a mãe pedia para que ela se cortasse.

Com essas informações, os policiais foram à casa da mulher no dia 28 de setembro e encontraram várias drogas. O bebê de 11 meses, então, foi submetido a um exame toxicológico, que comprovou a presença de mentanfetamina, maconha, opiáceos e oxicodona no corpo da criança.

Segundo o canal local de televisão KFDX, durante as buscas realizadas pelos policiais na casa da suspeita, Kuter teria tentado esconder as drogas. Agora, ela vai responder por adulteração de provas e periculosidade infantil, mas não foi informado se a mulher perdeu a guarda dos filhos.

Kuter já era suspeita de furtar um kit de cera de ouvido, uma semana antes do incidente. Ela tem cerca de 15 violações de liberdade condicional ou fiança e já teve 28 acusações apresentadas em tribunais, entre elas, ter roubado bens de sua própria irmã e uso de cartões de crédito que pertenciam a um amigo idoso.

As informações são do UOL.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS