Login

Atualize seus dados

Polícia

Mãe e filha são mortas a facadas no Sul do Estado

16/09/2021 09:20:49 min. de leitura

Uma mulher e a filha dela foram mortas a facadas na noite de quarta-feira (15), em Marataízes, no Litoral Sul do Estado. O acusado, identificado como Michael Prates Garcia, de 31 anos, foi preso pela Guarda Municipal. Ele é ex-marido da mulher. 

As

Imagem ilustrativa da imagem Mãe e filha são mortas a facadas no Sul do Estado
As​​​​​​​ vítimas foram identificadas como Charlene de Lemes Gonçalves, 40 anos, e Ysaquiely Junia Gonçalves de Araujo, de 11 anos Foto: Acervo pessoal
vítimas foram identificadas como Charlene de Lemes Gonçalves, 40 anos, e Ysaquiely Junia Gonçalves de Araujo, de 11 anos.

Segundo familiares, o casal estava separado há três meses, mas o ajudante de pedreiro não aceitava o fim do casamento e ameaçava a mulher, que não chegou a solicitar medida protetiva.

Por volta de 19 horas de quarta, segundo testemunhas, o ex-marido foi armado com uma faca até a casa onde Charlene morava com suas duas filhas, na rua da Divisa, na Barra.

A menina, que faria 12 anos em outubro, tentou impedir que a mãe fosse golpeada e acabou esfaqueada na barriga. Logo em seguida, o homem atacou a ex-mulher.

As vítimas chegaram a ser socorridas. Charlene foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Marataízes, e a menina, para Cachoeiro de Itapemirim, mas elas não resistiram aos ferimentos.

Imagem ilustrativa da imagem Mãe e filha são mortas a facadas no Sul do Estado
Faca usada no duplo homicídio em Marataízes Foto: Divulgação/Guarda Municipal
Por meio do serviço de monitoramento, a Guarda Municipal iniciou as buscas ao assassino. O secretário de Defesa Social, Anderson Gouvea, disse que foi possível acompanhar a rota do ajudante de pedreiro pelas câmeras. Ele foi localizado escondido na casa de amigos dele.

Michael foi preso e a polícia localizou a faca, que estava embrulhada em uma sacola plástica preta e escondida dentro de uma carroça.

O acusado foi levado à Delegacia Regional de Itapemirim, onde foi autuado e, posteriormente, conduzido ao sistema prisional.