X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mãe de menino que morreu após ficar preso em carro estava dormindo enquanto filhos brincavam, diz polícia

| 10/10/2020 13:20 h | Atualizado em 10/10/2020, 15:26

A mãe dos irmãos que passaram mal após ficarem presos em um carro exposto ao sol em Aliança do Tocantins, na região sul do estado, foi liberada para responder em liberdade após pagar fiança. Ela estaria dormindo enquanto os dois filhos brincavam no veículo. Os meninos chegaram a ser levados para o Hospital Regional de Gurupi, mas Luiz Miguel dos Santos, de 4 anos, não resistiu.

O menino de dois anos foi reanimado pela equipe médica e segue em estado grave. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), durante a tarde desta quinta-feira (8), quando o caso foi registado, a temperatura em Aliança do Tocantins chegou a 39ºC.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um inquérito foi aberto pela Polícia Civil. As informações preliminares relatam que a mãe chegou em casa com os filhos depois de um passeio e foi dormir.

Enquanto a mulher dormia as duas crianças teriam entrado no veículo para brincar. A suspeita é que as portas do carro teriam travado, impossibilitando as crianças de saírem. O registro da ocorrência afirma ainda que testemunhas viram a situação e foram avisar a mãe, que ainda estava dormindo.

Ainda segundo a SSP, a mulher foi autuada em flagrante pelo delegado plantonista da central de flagrantes da Polícia Civil de Gurupi, mas pagou fiança e foi liberada. Ela vai responder por homicídio culposo, porque há princípio não ficou constado que houve intenção de prender as crianças no carro.

O caso deve ser investigado pela 82ª Delegacia de Aliança do Tocantins. Nada impede que a mulher tenha a prisão requisitada durante as investigações. O carro em que os meninos foram encontrados foi apreendido e levado para o pátio da delegacia.

Entenda
De acordo com o Boletim de Ocorrência, a Polícia Militar foi chamada para ir ao Hospital Regional de Gurupi por uma enfermeira quando as crianças chegaram para serem socorridas.

A Polícia Civil informou que a mãe das crianças, uma mulher de 43 anos, alegou para os policiais que as crianças entraram no carro sem que ela visse.

O corpo da criança que morreu foi levado para o Instituto Médico Legal de Gurupi e liberado para a família.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS