X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Justiça condena homem que agrediu cadela com cano de PVC

| 02/02/2020 18:50 h | Atualizado em 02/02/2020, 19:07

A Justiça de Santa Catarina condenou um homem por abuso e maus-tratos contra uma cadela, golpeada com um cano de PVC, na cidade de Lauro Müller, com cerca de 16 mil habitantes a 188 quilômetros da capital Florianópolis.

A decisão é da juíza Maria Augusta Tonioli. Ela condenou o homem a três meses de detenção e 10 dias-multa, pena substituída por uma restritiva de direitos, consistente em prestação pecuniária no valor de um salário mínimo. Cabe recurso da decisão, informou o site do Tribunal de Justiça de Santa Catarina

Segundo a denúncia, em março de 2016 o homem golpeou a cadela e a feriu na pata traseira.

Vizinhos do acusado acionaram voluntários de uma ONG do município, que denunciaram o caso e trataram o animal.

Entre os depoimentos da acusação, voluntárias da entidade de defesa animal informaram que, ao atender denúncia, encontraram a cachorra já machucada.

Pessoas que moram próximas do local apontaram o homem como 'responsável pelas agressões'.

Em sua defesa, o acusado garantiu que não agrediu a cadela.

No entanto, pesa contra ele outro registro de agressão a animais.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS