Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Júri do caso Milena Gottardi tem maioria formada por mulheres

| 23/08/2021 11:35 h

O julgamento do assassinato da médica Milena Gottardi, ocorrido em setembro de 2017, começou nesta segunda-feira (23) e tem a maioria do júri formado por mulheres. A banca foi composta por quatro mulheres e três homens.

O ex-marido, o ex-sogro e mais quatro réus serão julgados pelo júri popular que começou às 9 horas. A previsão é que o julgamento termine na próxima sexta-feira (27).

Médica assassinada
Médica assassinada |  Foto: Reprodução/Facebook

O julgamento acontece no Fórum Criminal José Mathias de Almeida Netto, em Vitória, sob a presidência do juiz da 1ª Vara Criminal de Vitória, Marcos Pereira Sanches.

Milena Gottardi foi morta em 14 de setembro de 2017, quando encerrava o plantão no Hospital das Clínicas, em Vitória. Ela foi baleada no estacionamento da unidade, chegou a ser socorrida em estado gravíssimo e teve a morte cerebral confirmada no dia seguinte.

Serão julgados pelo júri popular o ex-marido de Milena, Hilário Antônio Fiorot Frasson, o ex-sogro, Esperidião Carlos Frasson, além de Valcir da Silva Dias, Hermenegildo Palauro Filho, vulgo “Judinho”, Dionathas Alves Vieira e Bruno Rodrigues Broetto.
 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS