X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Polícia

Jovem invade escola e esfaqueia professoras

O suspeito foi preso em flagrante pela Polícia Militar


Um jovem de 22 anos invadiu uma escola na noite desta quarta-feira (14) em Ipaussu (a 361 km de São Paulo), na região de Ourinhos, e esfaqueou duas professoras. Ele foi preso em flagrante e ainda não tinha apresentado advogado, segundo a Polícia Civil.

O crime aconteceu às 20h25, na escola estadual Professor Júlio Mastrodomênico, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), onde estavam as docentes de 26 e 43 anos.

Segundo a SSP, as vítimas estavam no pátio da instituição de ensino quando foram surpreendidas pelo suspeito, que pulou o muro do local. Ele estava com duas facas e uma arma falsa e ainda fez um professor de 27 anos refém.

Paulo Roberto Ceccato, delegado de Ipaussu responsável pela investigação, informou que o suspeito alegou que sofria bullying e voltou para se vingar da diretora, mas como não a encontrou acabou atingindo as duas professoras.

Uma das professoras, segundo o delegado, foi atingida por golpes do braço e no ombro esquerdos. A outra, em estado mais grave, foi ferida no ombro e braço esquerdos, no abdome e na coxa esquerda.

Ainda de acordo com o delegado, a primeira professora foi atendida e liberada, já a que sofreu mais ferimentos ficou internada na Santa Casa de Ipaussu.

O tipo de bullying e quando ele teria sofrido com a situação ainda não foi identificado.

"Tudo ainda é muito recente, as informações estão sendo apuradas. O que já sabemos é que ele teve um ato infracional de 2012 por ameaça a uma professora", disse o delegado.

Conforme ele, a Polícia Militar foi acionada e negociou com o suspeito, que libertou o professor e se entregou.

As duas professoras foram socorridas com ferimentos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para hospitais do município.

Duas facas, um celular e um simulacro de arma foram apreendidos para perícia. O indiciado foi preso em flagrante e permaneceu à disposição da Justiça. O caso foi registrado em Ourinhos como tentativa de homicídio e ameaça.

O delegado responsável disse que a ação do suspeito foi flagrada por câmeras de monitoramento, que serão analisadas durante a investigação.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: