Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Jovem foi assassinado por causa de arma, diz polícia

| 07/10/2020 11:27 h | Atualizado em 07/10/2020, 12:32

Carlos Augusto Fernandes Simões, de 20 anos
Carlos Augusto Fernandes Simões, de 20 anos |  Foto: Divulgação
A polícia concluiu que foi por causa de sua arma e motocicleta que Carlos Augusto Fernandes Simões, de 20 anos, foi morto pelos próprios amigos com quatro tiros, em março deste ano, em Morada de Laranjeiras, na Serra.

Os dois acusados foram identificados e a investigação concluída na tarde de terça-feira (6), com a prisão do segundo investigado.

O crime aconteceu em um terreno baldio. No dia 25 de março, a dupla de amigos chamou a vítima para fumar no local, já na intenção de roubar os pertences dele.

"No terreno, um dos acusados pediu para ver a arma. Ela passou de mão em mão e, quando chegou na de Washington, ele disparou à queima-roupa", disse o delegado Rodrigo Sandi Mori, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra.

Washington Batista dos Santos Negreli, de 21 anos, estava escondido na casa de parentes no bairro das Laranjeiras. Uma operação foi montada nesta terça e ele foi preso. Ele confessou o crime, e disse que a intenção era roubar o jovem.

Marlon, de blusa verde, e Washington, de azul
Marlon, de blusa verde, e Washington, de azul |  Foto: Divulgação
"Os três eram amigos e atuavam no tráfico de Barcelona, em uma área denominada Chácara. Quem estava a frente do tráfico era Marlon. Após o crime, Washington saiu de Barcelona, foi para Carapina, e depois se escondeu na casa de parentes, onde foi preso", ressaltou Sandi Mori.

Marlon Henrique Lima e Silva, de 27 anos, foi preso pela Guarda Municipal no dia 4 de junho deste ano. Na ocasião, ele estava com drogas e a pistola calibre 380, usada no homicídio.

"O corpo da vítima só foi encontrado no dia seguinte, já que, por conta da pandemia, não havia ninguém na região. Só quando um segurança chegou para trabalhar é que viu o corpo e acionou a perícia", disse o delegado. A dupla vai responder por latrocínio.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS