X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Jovem é morto a tiros dentro do carro em Vitória

| 09/03/2021 10:03 h

Um jovem de 25 anos foi executado dentro do próprio carro, com mais de 12 perfurações, na noite de segunda-feira (8), em Maria Ortiz, Vitória. Os atiradores dispararam mais de 20 vezes e depois fugiram.

A vítima, identificada como Lucas Pimentel Nunes, tinha acabado de sair da casa da irmã por volta das 22 horas. Ele estava entrando em seu Chevrolet Corsa vinho quando foi surpreendido por três criminosos.

O trio começou a disparar contra o carro. Baleado, Lucas ainda dirigiu por cerca de 20 metros, até bater no portão de uma casa, onde estava entrando um Chevrolet Cobalt prata. O veículo, que estava com um casal e duas crianças de 2 e 11 anos, foi jogado contra a coluna da garagem.

Assim que o Corsa parou, por conta da batida no portão, os atiradores ainda foram até o carro e continuaram a disparar contra Lucas, que morreu na hora. Vizinhos ouviram mais de 20 tiros.

Várias marcas de tiros foram encontradas no carro da vítima
Várias marcas de tiros foram encontradas no carro da vítima |  Foto: Júlia Afonso

"Eu estava dentro de casa quando começou o barulho. Foram uns 25 tiros. Moro aqui há 40 anos e nunca vi algo desse tipo nessa rua. Logo depois dos disparos vários curiosos vieram ver o que tinha acontecido e depois a irmã dele apareceu, desesperada gritando pelo irmão", revelou um morador. Por medo, ele não quis se identificar.

O carro de Lucas ficou com diversas marcas de tiros, do lado direito, na frente e na parte traseira. Depois da execução, os bandidos correram até o fim da rua, onde teriam entrado em um veículo preto e saído do local.

Por sorte, a família que estava no Cobalt não foi atingida. Eles precisaram ficar abaixados dentro do veículo para se esconderem dos atiradores. Testemunhas contaram que o casal e principalmente a criança mais velha ficaram em estado de choque.

A motivação do crime será investigada pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da capital.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS