X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Influenciadora é acusada de pagar estadia com cartão clonado e fala em golpe

Jovem disse que passou os dados pessoais para uma empresa, que teria clonado os cartões de crédito

Agência Folhapress | 26/01/2022 16:22 h

A estudante de direito Ingrid Caroline
A estudante de direito Ingrid Caroline |  Foto: Reprodução / Instagram
 

Uma estudante de Direito e influenciadora digital tem sido acusada de tentar pagar a estadia em um apartamento de temporada no Leblon, no Rio de Janeiro, com cartões clonados. Ela chegou a ir até uma delegacia carioca na segunda-feira (24) para prestar depoimento, mas acabou liberada.

Segundo a polícia, ela foi presa em flagrante no momento em que tentava pagar a conta com cartões irregulares e acusada de estelionato. Após pagar uma fiança, foi liberada. O caso ainda segue sendo investigado.

A influenciadora Ingrid Caroline, 20, fez diversos vídeos nos Stories e disse que tudo não passou de um golpe que ela afirma ter sofrido de uma empresa que se aproximou dela.

"Eu estou com o coração em paz por saber que não fiz nada. Inclusive a delegacia sabe disso. Eu tenho comprovantes de pix e pagamentos que fiz e nunca precisei usar cartão clonado. Eu sou honesta", se defendeu. "Não confessei nada, pois é tudo mentira", disse.

De acordo com sua equipe de representantes, uma empresa de viagens teria entrado em contato com ela para fazer uma parceria na qual ela receberia passagens e hospedagens gratuitas ou com desconto.

Dessa forma, a jovem teria passado seus dados pessoais para essa suposta empresa que teria utilizado disso para clonar cartões de crédito usados de forma online sem o conhecimento de Ingrid.

A influenciadora afirma que tem todas as provas de pagamentos e conversas com a suposta empresa e, chorando, voltou a dizer que caiu em um golpe e que está sofrendo com a repercussão negativa.

"Está tomando uma proporção enorme, minha foto saindo em todos os lugares. Mas por que não postam os prints e fotos do criminoso? A história não é essa e eles [policiais] sabem disso", finalizou.

Após o episódio, ela diz ter ganhado inúmeros seguidores e que há mais de 100 mil visualizações por dia em seus Stories, mas que não gostaria de ter crescido na internet dessa forma. Agora, Ingrid conta com quase 200 mil seguidores. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS