X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Imagens de câmeras podem ajudar nas investigações de morte de pastor no ES

Carlos Alberto Dias, de 55 anos, foi encontrado morto em Marechal Floriano. Polícia investiga o que teria motivado o crime

Francine Spinassé, do jornal A Tribuna, e Clóvis Rangel / De Paula Comunicação | 30/07/2022 08:18 h

Carlos Alberto foi encontrado morto nesta sexta-feira (29)
Carlos Alberto foi encontrado morto nesta sexta-feira (29) |  Foto: Reprodução/Redes Sociais
 

Moradores de Marechal Floriano, na região Serrana do Espírito Santo, disseram que  já foram entregues à polícia imagens de câmeras de videomonitoramento das proximidades do local onde o pastor e dono de uma funerária no município Carlos Alberto Dias, de 55 anos foi encontrado morto. Essas gravações podem ajudar nas investigações.

Durante todo a sexta-feira (29) moradores estavam ainda assustados com a forma violenta que o pastor foi morto. Muitos preferiram não se identificar.  Eles acreditam que o crime foi motivado por ódio.  

O delegado da Delegacia de Polícia de Domingos Martins, Luciano Carlos Paulino de Oliveira, não  deu qualquer detalhe sobre as  investigações ou sobre suspeitos, mas confirmou que elas  foram iniciadas imediatamente após serem comunicados do fato.

A mulher do pastor, que mora em Vitória e também é pastora, foi ouvida na delegacia e depois liberada. Procurada pela  reportagem, ela disse, emocionada,  que  não tinha condições de falar.

O corpo de Carlos Alberto foi trazido para Vitória, onde é velado na Igreja Quadrangular de Nova Palestina, em Vitória. Um culto fúnebre está previsto para o meio-dia deste sábado (30) e a saída do cortejo até o cemitério às 13h20.

O sepultamento está marcado para às 14 horas, no Cemitério de Maruípe, também na capital, conforme informações publicadas pela igreja nas redes sociais.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS