X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Homem mata esposa que era mantida refém e atira em 3 policiais

| 16/08/2021 18:54 h | Atualizado em 16/08/2021, 19:12

Uma mulher morreu e três policiais ficaram feridos na tarde desta segunda-feira (16) na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo. A vítima estava sendo mantida refém pelo marido. O atirador também baleou três policiais, que ficaram feridos e foram encaminhados ao pronto-socorro.

Homem suspeito de atirar na esposa na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo, nesta segunda-feira (16)
Homem suspeito de atirar na esposa na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo, nesta segunda-feira (16) |  Foto: Reprodução
A Polícia Militar recebeu um chamado por volta das 16h porque um homem estaria mantendo sua esposa como refém em uma casa na Avenida Ernesto Augusto Lopes. Os policiais acionaram o Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) para negociar com o homem, mas o esquadrão especializado não conseguiu chegar a tempo, segundo o Comando de Operações Especiais da PM, em declaração ao G1.

O suspeito atirou na esposa, que morreu no local, e em três policiais militares. Os PMs, que usavam escudos, foram feridos nas pernas. Segundo a assessoria de imprensa da polícia, eles revidaram, e o atirador também foi baleado.

Segundo o major Hugo Maeda, comandante do 5º Batalhão, o atirador provavelmente já havia atingido a esposa com um tiro na cabeça quando os policiais chegaram ao local.

"Havia já a informação de disparo de arma de fogo, mas não constava que havia feminicídio ainda. [...] Muito provavelmente ele já tinha atingido a esposa na cabeça e aí quando os policiais chegaram é que ele não queria se render", disse Maeda.

O comandante explicou ainda que, quando as viaturas chegaram no local do chamado, o atirador disse que iria se render.

"Com a aproximação das viaturas, é uma rua bem estreita, os policiais foram desembarcados, para ter um pouquinho mais de segurança. A principio, ele [o atirador] disse que ia se render. Quando eles chegaram bem mais próximo, aí ele começou a efetuar disparos e atingiu três policiais. Aí houve um revide, ele acabou sendo atingido e aí nessa sequencia ele foi desarmado e então socorrido", disse Maeda.

Os policiais feridos foram levados ao Hospital Municipal Vereador José Storopolli, na Vila Maria, e o atirador foi encaminhado para o Hospital Geral de Guarulhos. O caso será encaminhado ao 90º DP - Parque Novo Mundo.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS