Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Homem é condenado por estupro por furar camisinhas antes do sexo

| 05/10/2020 19:33 h | Atualizado em 05/10/2020, 19:45

Governo paga R$ 0,14 por preservativo fabricado no Acre

Um homem foi condenado por estupro na última sexta-feira (02) por furar preservativos antes de ter relações sexuais com a parceira.

Identificado como Andrew Lewis, de 47 anos, foi sentenciado a quatro anos de prisão pela corte de Worcester Crown, na Inglaterra.

A vítima relatou que havia encontrado um alfinete ao lado das camisinhas na cabeceira da cama e, além disso, o último preservativo usado pelo casal estava furado.

A defesa do acusado disse que ele furava os preservativos na "esperança" deles se romperem e a parceira decidir não usar mais o material durante as relações sexuais. 

O juiz relatou na sentença que a vítima havia consentido desde que fosse usado o método anticoncepcional durante o ato e como a atitude do parceiro representou uma quebra de confiança e de consentimento, o que caracteriza o crime de estupro.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS