X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Grávida de 7 meses é assassinada a tiros e pauladas em Linhares

| 09/10/2020 17:37 h

Uma grávida de 30 semanas de gestação, cerca de 7 meses, foi assassinada e encontrada em uma fazenda de cacau, em uma região rural de Linhares, Norte do Estado.

Segundo o delegado Fabrício Lucindo, da Delegacia de Linhares, que acompanha o caso, a polícia foi acionada por volta das 14 horas de quinta-feira (8). Moradores da região ligaram para a polícia após perceberem animais no local onde a vítima estava. Ninguém soube dizer como o crime aconteceu.

O delegado informou que a vítima foi morta com um tiro na cabeça e tinha marcas de pauladas na mesma região. Além disso, o crime teria acontecido pelo menos dois dias antes. A polícia ainda não tem informações sobre possíveis autores ou sobre a motivação.

A Polícia Civil vai investigar se a fazenda foi utilizada apenas para abandonar o corpo ou se a grávida foi executada no local.
A vítima estava sem documentos pessoais quando foi encontrada, por isso não há informações sobre a identificação.

Uma linha de investigação apontada pelo delegado é procurar em hospitais e unidades de saúde nas proximidades se alguma gestante com o mesmo período de gravidez que fazia pré-natal deixou de comparecer às consultas.

O delegado que apura o caso fez um apelo para a população ajudar com informações, por meio do 181, do Disque-Denúncia, que podem ser passadas de forma anônima.

O serviço também conta com um site, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas: disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas.

O corpo da grávida foi encaminhado ao Instituto Médico (IML) de Linhares para fazer exames e aguarda pela família para ser identificado e liberado para enterro.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS