X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Gêmeos são presos acusados de matar ex-candidato a vereador em Linhares

| 20/07/2021 10:03 h | Atualizado em 20/07/2021, 10:59

Operação prende acusados de matar ativista Jonas Soprani
Operação prende acusados de matar ativista Jonas Soprani |  Foto: Úrsula Ribeiro

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (20), irmãos gêmeos que são acusados do assassinato do ativista e ex-candidato a vereador Jonas Soprani, de 48 anos. O crime aconteceu no dia 23 de junho, no bairro Novo Horizonte, em Linhares.

Os irmãos foram presos por volta das 6 horas, durante uma operação no bairro Vila Merlo, em Cariacica. Os dois foram conduzidos para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoas (DHPP), em Vitória, e, posteriormente, encaminhados para Linhares.

Ativista e ex-candidato a vereador é morto a tiros no Estado
Ativista e ex-candidato a vereador é morto a tiros no Estado |  Foto: Divulgação

Jonas foi executado dentro de um bar conhecido como “bar do seu Paulo”. Quando os militares chegaram ao local, a vítima ainda estava consciente e relatou não saber quem atirou contra ele ou se alguém o seguiu até o bar.

O ativista chegou a ser socorrido por uma equipe do Samu e levado para direto para a cirurgia no Hospital Rio Doce, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a Polícia Civil, ele levou mais de nove tiros.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS