X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Empresário capixaba é preso acusado de integrar quadrilha que desviou R$ 30 milhões de banco

| 09/10/2020 12:31 h

Um empresário da Grande Vitória, 53 anos, foi preso na quinta-feira (8), na Capital, acusado de integrar uma quadrilha que desviou R$ 30 milhões de um banco de São Paulo no começo de setembro.

O delegado Douglas Vieira, titular da Delegacia Especializada em Crimes de Defraudações e Falsificações (Defa), contou que, no dia 5 de setembro, um hacker entrou em um banco da capital paulista e instalou um dispositivo no computador do gerente para roubar dados da instituição financeira.

Foram roubados R$ 30 milhões da conta desse banco e o dinheiro foi distribuído em 40 contas do Brasil todo. Segundo o delegado, os donos das contas ficavam com uma parte do valor e transferiam o restante para outras.

Ainda de acordo com a investigação, o empresário capixaba teria recebido R$ 6 milhões. Como a conta dele estava bloqueada, ele foi pessoalmente ao banco e conseguiu sacar R$ 10 mil.

Imagem ilustrativa da imagem Empresário capixaba é preso acusado de integrar quadrilha que desviou R$ 30 milhões de banco

O acusado foi preso na saída da agência e negou o crime. Ele disse para a polícia que o valor era referente a um investimento feito por uma empresa chinesa que estava investigando em um negócio que ele abriria no Espírito Santo.

Segundo a polícia, ele foi autuado por furto mediante fraude e por integrar organização criminosa.

Outras prisões também foram feitas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

“Maioria das prisões são empresários, com exceção de São Paulo. São seduzidos para receber quantia de forma fácil. Daqui do Espírito Santo era um empresário com dificuldade nos seus negócios. Possivelmente os membros convenceram a receber os R$ 6 milhões e ficar com uma quantia. O prejuízo foi do banco, não de algum correntista”, destacou o delegado.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS