X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Dois jovens são assassinados na Serra e encontrados dentro de carro

| 29/05/2020 11:14 h | Atualizado em 29/05/2020, 11:27

Dois jovens, de 22 e 18 anos, foram executados na madrugada desta sexta-feira (29) em Palmeiras, na Serra, dentro de um veículo. Moradores ouviram mais de 15 disparos e depois encontraram o corpo das vítimas na avenida Metropolitana.

As vítimas foram identificadas como Fernando Bispo, 22, e Léo Claiton Gonçalves Meirelles, 18. Eles foram encontrados mortos dentro de um Ford Pampa prata, por volta de meia-noite e quinze. O carro pertence a uma cozinheira, que não faz ideia de quem sejam as vítimas.

Fernando Bispo, 22 anos
Fernando Bispo, 22 anos |  Foto: Acervo familiar

"Meu marido, que trabalha com o carro, chegou em casa por volta das 22h. A gente deitou e já estava quase dormindo quando ouvimos o barulho dos tiros. Demos um tempo e vimos que tinha dois homens mortos lá dentro", disse ela, que pediu para não ser identificada.

Bairro Palmeiras, na Serra
Bairro Palmeiras, na Serra |  Foto: Júlia Afonso

O que intrigou a cozinheira e o marido foi como os dois entraram no carro. "Meu marido tinha deixado ele trancado na rua, não sabemos o que aconteceu", ressaltou. O vidro do lado do motorista chegou a quebrar por conta dos disparos.

Léo teve quatro perfurações nas costas, uma no ombro direito e uma no pescoço. Já Fernando morreu com sete perfurações nas costas. A mãe dele, que esteve no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória na manhã desta sexta, contou que não sabe o motivo do crime.

"Ele não dava muita satisfação do que fazia, mas trabalhava como ajudante de pedreiro. Fiquei sabendo porque me ligaram contando", disse ela, sem se identificar. Ela ainda afirmou que há cerca de 1 ano ele tinha sido preso, mas não soube dizer por qual crime. A família de Léo preferiu não conversar com a reportagem.

A Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Serra. Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito tinha sido detido.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS