Login

Atualize seus dados

Distribuidoras de bebidas suspeitas de lavagem de dinheiro do tráfico na Serra
OPERAÇÃO POLICIAL

Distribuidoras de bebidas suspeitas de lavagem de dinheiro do tráfico na Serra

Operação Integrada Nexum cumpriu 40 mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela justiça do município

23/11/2021 17:37:19 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Distribuidoras de bebidas suspeitas de lavagem de dinheiro do tráfico na Serra
Distribuidoras de bebidas suspeitas de lavagem de dinheiro do tráfico na Serra Foto: Reprodução/ Vídeo
 

Duas distribuidoras de bebidas do bairro Planalto Serrano são suspeitas de serem usadas para lavagem de dinheiro para traficantes locais. Durante uma operação que ocorreu nesta segunda-feira (23) a Polícia apreendeu uma quantidade de dinheiro que, de acordo com os policiais, não se explica pelo porte do estabelecimento.

A Operação Integrada Nexum cumpriu 40 mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pela justiça da Serra. Os alvos eram envolvidos em crimes de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, organização criminosa e outros.

“Em uma distribuidora foram apreendidos cerca de R$ 7 mil. Em outra distribuidora, do bloco B, também foi apreendido uma quantia entre R$ 6 a 7 mil. Esse dinheiro vai ser encaminhado a delegacia e os proprietários vão prestar depoimento. Apreendemos HD de filmagem interna e externa das duas distribuidoras para saber quem está frequentando o local, se há pessoas armadas e poder identificar essas pessoas que estão participando do tráfico de entorpecentes”, informou o titular da 10ª Delegacia de Polícia de Serra Sede, delegado Josafá Silva.

A ação contou com agentes da Polícia Civil, Polícia Militar, Gerência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, Polícia Rodoviária Federal e Guarda Municipal da Serra.

“Os proprietários das distribuidoras terão que justificar esse dinheiro, que não estava guardado no caixa do estabelecimento, mas sim em locais de difícil acesso. Nem o funcionário que abriu o estabelecimento para nós sabia onde esse dinheiro estava escondido”, disse o delegado.

O bairro Planalto Serrano é conhecido pela polícia por ser uma região de forte venda de drogas e confronto entre criminosos. De acordo com o secretário de segurança pública, Alexandre Ramalho, o bairro a operação é para identificar os criminosos envolvidos nesses ataques e vendas de entorpecentes.

“O objetivo é trazer segurança para essa comunidade. O bairro foi palco de muitas ações de crimes de homicídios, trazendo problemas para os moradores. A operação culmina na investigação que apontou 40 alvos envolvidos no tráfico. Contamos com o apoio da população para denunciar. Voltaremos quantas vezes for preciso”, afirmou o secretário.