X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Delegado e policiais são liberados após serem flagrados com drogas

| 28/05/2020 10:49 h | Atualizado em 28/05/2020, 18:31

O delegado da Polícia Civil e os dois policiais que foram flagrados com drogas na quarta-feira (27), em Interlagos, Vila Velha, foram liberados. Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) informou que as Corregedorias da Polícia Civil e da Polícia Militar ficaram responsáveis pela apuração do caso.

A Polícia Militar informou que foi acionada, no início da noite, por moradores do bairro, que disseram que haveria uma ocorrência de arrombamento de residência em andamento. Ao chegar no local, a guarnição encontrou três homens saindo da casa com uma sacola que, posteriormente, foi constatado que continha entorpecentes.

A informação de que os policiais estavam com drogas foi confirmada pela Polícia Militar. A PM informou ainda que os militares conduzidos à delegacia estão afastados do serviço da corporação por licença médica.

“O delegado e os dois policiais militares prestaram esclarecimentos e foram liberados. As Corregedorias irão prosseguir com as apurações para esclarecimentos minuciosos dos fatos. Uma perícia foi realizada no veículo encontrado com o delegado e os policiais. Todas as provas estão sendo coletadas e os inquéritos policiais em andamento. Transparência, ética e compromisso com a sociedade sempre irão nortear as ações da Secretaria de Segurança Pública”, afirmou a Sesp.

A secretaria divulgou um vídeo do momento em que policiais militares estão na frente da casa:


Corregedoria não identificou motivo para autuação

Em coletiva de imprensa, na manhã desta quinta-feira (28), o secretário da Segurança Pública do Estado, coronel Alexandre Ramalho afirmou que a Polícia Militar irá abrir um inquérito e a Polícia Civil vai abrir um procedimento para apurar o contexto do envolvimento dos dois policiais militares e do delegado no caso. 

De acordo com o coronel, os três foram levados para a corregedoria, que não identificou motivo para uma autuação.

"A corregedoria acompanhou todo o caso e vai ser aberto um inquérito nas duas polícias (PC e PM). Não podemos fazer juízo de valor nesses casos. Não foi encontrado motivo na autuação e, por isso, eles foram liberados. 

O outro lado

O delegado afirma que "meu lado é a verdade dos fatos! Tratou-se de uma ação rotineira decorrente de investigação! Onde após diligências em torno do desdobramento de procedimentos que corre na minha unidade restou apurado que a casa em questão era usada como depósito de drogas! Respaudado pelo estado fragrancial que ali existia solicitei apoio dos colegas civis que em razão de estarem ocupados não puderam me atender! Pra não perder a apreensão solicitei apoio dos militares (como é de costuma) que residem em Vila Velha que prontamente resolveram me atender! Após entrada na casa foi confirmado a existência de drogas e estávamos em busca do restante da casa quando fomos interrompidos com a chegada de uma vtr aparentemente acionados por vizinho que desconheciam que ali ocorria uma operação! Com a chegada foi imediatamente identificado que ali ocorria uma operação! Rotineira da minha unidade, diga-se de passagem, onde chegou um nacional que se identificou como capitão da Pm dizendo que a casa era de propriedade do seu irmão! Questionado pra quem teria alugado a casa irmão não soube responder! Momento em que foi criado um imbróglio! Sendo as drogas conduzidas por mim ao dpj de Vila Velha, é de lá em decorrência do conflito de atribuição criado, fora encaminhado à corregedoria, onde tudo fora esclarecido minuciosamente!"

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS