Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Crianças nadam para se salvar após carro cair em rio

Família iria passar o Réveillon em Guarapari, mas veículo caiu de ponte na BR-262. O vigilante Ailton Soares de Souza, 45, morreu

Kananda Natielly e Taynara Nascimento, do jornal A Tribuna | 03/01/2022 14:15 h

Crianças nadam para se salvar após carro cair em rio
Crianças nadam para se salvar após carro cair em rio |  Foto: Arquivo
 

O 1º dia do ano para familiares do vigilante Ailton Soares de Souza,    45 anos, foi de dor e tristeza. Ele morreu e   seus  dois filhos, uma menina de 9 anos e um adolescente de 15, precisaram nadar para se salvar, após o carro em que estavam cair de  uma ponte que liga   Domingos Martins e Viana, na BR-262, na tarde da última sexta-feira.

 A prima de Ailton, Elizabete Soares de Souza, contou que os irmãos   foram socorridos após conseguirem abrir a porta do veículo   e nadarem contra a correnteza. 

“Eles caíram na água e a Aninha (menina de 9 anos) conseguiu abrir a porta traseira e sair. O Rafael (de 15 anos) saiu pela janela do carona porque o vidro estava aberto, e colocou a Aninha em cima de uma pedra, porque a correnteza estava muito forte”, contou.

“Ele  ainda tentou voltar e tirar o pai dele, mas ele já estava desfalecido”, completou.  O homem,  que segundo a família teve mal súbito enquanto dirigia  o Honda Civic prata,  morreu preso às ferragens, após o veículo cair no Rio Jucu, no limite entre   os dois municípios.

Já os dois irmãos conseguiram sair do carro e, depois, foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para o Hospital Estadual Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), em Vila Velha.

No início da manhã de ontem, a mãe dos jovens,    que era separada de Ailton, esteve no Hospital Infantil de Vila Velha, acompanhada do namorado.

 O namorado da mulher contou que o vigilante  e os   filhos haviam saído de Belo Horizonte (MG) às 7 horas  de sexta com destino a  Guarapari, onde a família passaria a virada de ano.

“Eles tinham o costume de vir para o Espírito Santo, só que ontem (na sexta) aconteceu isso”, contou,  pedindo para não ser identificado.

Uma irmã do vigilante, Lourdes Antônia de Souza, esteve  no Departamento Médico Legal (DML),  e informou  que os sobrinhos  receberam alta no início da manhã de ontem. Eles sofreram apenas ferimentos leves.

Vítima sentiu dor de cabeça antes do acidente

 A família do vigilante Ailton Soares de Souza,   45, que morreu preso às ferragens  após o acidente em Domingos Martins, no km 29,1 da BR-262,  esteve no Departamento Médico legal (DML),  na manhã de ontem para liberar o corpo.

 A prima da vítima,  Elizabete Soares de Souza,  explicou que os irmãos  só foram tirados da água  após a chegada do Corpo de Bombeiros.  “A Aninha falou que o pai sentiu uma dor na cabeça. Quando ele colocou a mão na cabeça, ela só viu o carro girando, batendo na lateral da ponte e caindo no rio”, relatou.

 Já a irmã do motorista, Lourdes Antônia de Souza, lamentou o acidente e disse que os sobrinhos já voltaram com a mãe para casa.

“Lamentamos muito, mas agora ele está tranquilo. Sabemos que ele não vai sofrer mais com as preocupações da vida. O sofrimento agora fica só para  a gente. Nossa força está em Deus. Só Ele   nos conforta agora”, disse. 

 Também moradora de Belo Horizonte (MG), ela contou que  ficou sabendo do acidente por meio   de um vizinho. 

“O filho mais velho dele, conseguiu, por meio do Instagram, mandar uma mensagem falando sobre o ocorrido para um vizinho. Esse vizinho que foi lá em casa e me deu a notícia. Só que, até então, eu não sabia que ele tinha morrido. Depois, minha prima contou que ele tinha morrido”, disse.

Ainda segundo a família da vítima, não há confirmações sobre a causa da morte, mas, inicialmente, o vigilante teria morrido pelo impacto e preso às ferragens, e não por afogamento.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS