X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Polícia

Crianças assassinadas foram confundidas com mãe e padrasto

Informação foi divulgada pelo policial que acompanhou a prisão dos acusados


O assassinato de duas crianças na madrugada deste sábado (16), em Conceição da Barra, Norte do Estado, tem até o momento quatro acusados presos. De acordo com o supervisor de plantão da Polícia Militar do município, Cabo Cardoso, em conversa inicial os acusados confessaram os crimes, mas disseram ter confundido os alvos. 

Na verdade, a intenção era matar o padrasto da criança, de 17 anos, e a mãe delas, de 31 anos. “Quando dois deles invadiram a casa, viram as duas crianças deitadas e pensaram que fosse o casal”, disse Cardoso. 

Imagem ilustrativa da imagem Crianças assassinadas foram confundidas com mãe e padrasto
Kamilly, de 8 anos, e Keyrrison, de 10, estavam dormindo quando foram assassinados |  Foto: Acervo Pessoal

O relato ainda é inicial, já que os quatro acusados detidos foram encaminhados à Delegacia de São Mateus e ainda aguardam para prestarem depoimento ainda neste sábado (16).

As vítimas, identificadas como Kamilly Santos Oliveira, de 8 anos, e Keyrrison Santos Oliveira, de 10, estavam dormindo quando foram assassinados a tiros dentro de casa, no distrito de Braço do Rio. A mãe deles revelou aos policiais que, por volta das 2h, dois suspeitos arrombaram a porta e dispararam contra os irmãos. 

A dona de casa, de 31 anos, e o namorado, de 17, saíram correndo com as crianças no colo, já desacordadas, e foram até o Pronto Atendimento de Braço do Rio. De acordo com familiares, Keyrrison já chegou morto ao PA. Os médicos ainda tentaram socorrer Kamilly para o Hospital Roberto Arnizaut Silvares, mas ela morreu no caminho. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: