Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Cozinheira esfaqueia marido por ciúmes

| 08/06/2020 11:52 h

Uma cozinheira, de 24 anos, acabou detida na manhã de domingo (7), suspeita de esfaquear o próprio marido no peito, um homem de 44 anos, dentro do apartamento onde o casal mora, no bairro Coqueiral de Itaparica, em Vila Velha.

Ela relatou para a Polícia Militar que cometeu o crime porque o homem a deixou para trás durante uma festa onde os dois teriam passado a noite de sábado.

O crime aconteceu por volta das 7 horas, no apartamento do casa. As ofensas iniciais teriam começado ainda na festa.

Nervoso com a mulher, que teria tido uma crise de ciúmes durante o evento, o homem teria ido embora para casa sem a cozinheira, o que teria causado raiva nela, que chegou em casa horas depois que o marido.

Ao chegar no apartamento, a mulher disse que foi tirar satisfação com ele sobre o que houve na festa e uma nova discussão começou. Foi aí que a cozinheira pegou uma faca na cozinha e desferiu um golpe no peito do marido.

Ao perceber que havia ferido o companheiro, a mulher se desesperou e ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, ao mesmo tempo, para a PM. Quando os militares e os socorristas chegaram na residência, a vítima já não estava mais lá.

Delegacia Regional de Vila Velha
Delegacia Regional de Vila Velha |  Foto: Taynara Nascimento

A cozinheira confessou o crime aos policiais e disse que, mesmo ferido, o marido havia saído junto com um amigo em um carro e que não sabia para onde ele teria ido. Ela foi levada até a 2ª Delegacia Regional de Vila Velha.

A Polícia Civil informou que a ocorrência foi registrada como lesão corporal, que é um crime que depende da manifestação da vítima, para que haja investigação.

Como o marido não foi à delegacia, a mulher foi ouvida pelos policiais e liberada.

Na delegacia, a mulher disse que é mãe de três filhos e que cometeu o crime por ciúmes, já que durante a festa uma prima teria “se oferecido” para o marido. Como o homem a deixou sozinha no evento, após uma briga, ela teria chegado em casa com raiva e o atingiu com uma faca.

Já o homem, até o fechamento desta edição, não foi localizado pela polícia. A cozinheira afirmou que a perfuração foi superficial.

Brigas eram constantes, afirmam moradores

Essa não é a primeira vez que vizinhos escutam brigas no apartamento onde moram a cozinheira, de 24 anos, e o marido dela, 44, esfaqueado, na manhã de domingo (7), em Coqueiral de Itaparica, Vila Velha.

Segundo moradores, as confusões entre marido e mulher são constantes, e a polícia já precisou intervir outras vezes.

“Sempre acontece alguma coisa com eles, mas na maioria das vezes só escutamos ela gritar bastante”, disse um morador de 28 anos, que não se identificou. Vizinhos contaram que a suspeita teria ido morar no local há pouco tempo, depois que o homem decidiu se separar da ex-mulher.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS