Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Casal é morto a tiros e pedradas na Serra

Corpos das vítimas ficaram caídos no meio da rua

Júlia Afonso | 30/01/2022 13:06 h

Rua onde crime aconteceu
Rua onde crime aconteceu |  Foto: Júlia Afonso
 

Um casal foi morto a tiros e pedradas, na madrugada deste domingo (30), em Balneário Carapebus, na Serra. O crime, com requintes de crueldade, deixou as vítimas desfiguradas, caídas no meio da rua. 

A execução aconteceu por volta das 4h30. O lanterneiro Asclepiades Vieira Soares Junior, de 31 anos, estava voltando para casa com uma amiga, identificada como Lais Paula de Souza, de 25 anos, quando foram surpreendidos pelos atiradores. 

Testemunhas ouviram mais de 10 disparos. De acordo com a Polícia Militar, 12 cápsulas foram encontradas no local. A pedra usada pelos assassinos para desfigurar o casal ainda estava na rua, coberta de sangue, na manhã deste domingo. 

Tudo indica que os dois ainda tentaram correr, depois de feridos, mas caíram um em cada lado da rua da Braúna. A suspeita é que os bandidos tenham vindo de carro, por conta das marcas de frenagem na pista. O caso chocou os moradores, que, com medo, preferiram não dar detalhes para a imprensa. 

Asclepiades
Asclepiades |  Foto: Reprodução
 

Asclepiades, mais conhecido como Junior, estava morando há pouco tempo numa casa próximo ao local do crime. Há cerca de dois meses, ele se mudou com a mulher, de 18 anos. No local, também abriu uma oficina. 

De acordo com a jovem, o marido tinha saído à noite com uma amiga, dizendo que precisava resolver uns problemas. A última postagem dele nas redes sociais foi às 1h30, em uma praia. Às 4h30, a moça ouviu os tiros e chegou a tentar ligar para o marido, na esperança de alertá-lo do perigo na volta para casa, sem saber que, na verdade, a vítima era ele.

A jovem, que está grávida de quatro meses, revelou que não tem ideia da motivação para o crime, já que o marido não tinha se queixado de nenhuma ameaça. O lanterneiro deixou três filhos: uma menina, 11 anos, um menino de 7 e outro de 1 ano e 10 meses, além do bebê que está na barriga da moça.

Laís
Laís |  Foto: Reprodução
 

Já Lais deixou três filhos, o mais novo com apenas 9 meses de idade. 

Os corpos foram recolhidos pelo Departamento Médico Legal (DML) de Vitória e o caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Até o fechamento desta reportagem, nenhum suspeito tinha sido preso.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS