X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Carro foi atingido por pelo menos 40 tiros ao parar em posto de combustível

| 12/06/2020 13:44 h | Atualizado em 12/06/2020, 14:04

O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (11) na Serra.
O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (11) na Serra. |  Foto: Reprodução

Um carro foi atingido por, pelo menos, 40 tiros, ao parar em um posto de combustível no bairro Parque Residencial Laranjeiras, na Serra. O caso ocorreu por volta das 21 horas desta quinta-feira (11). Um jovem de 26 anos morreu após ter sido atingido durante o ataque e ainda levar a carona, que também tinha sido ferida, ao hospital.

A vítima é o pedreiro Douglas Ferreira Caser. Ele estava em seu carro, um Honda Civic prata, junto com uma jovem de 23 anos. Ela contou à polícia que os dois tinham parado no local porque o motorista estava esperando para pagar parte de uma dívida a uma pessoa.

O pedreiro teria ligado para um homem, que a jovem não soube dizer quem era, e logo em seguida foram surpreendidos por suspeitos em um Volkswagen Gol branco. Os bandidos atiraram pelo menos 40 vezes, e o carro ficou fuzilado.

Os disparos chegaram a atingir outro veículo, que estava estacionado no posto, e até a placa do estabelecimento. A jovem que estava no carona foi baleada duas vezes no abdômen e uma na perna.

Douglas dirigiu alguns metros até o Hospital Dório Silva, onde deixou a jovem ferida, mas não quis receber atendimento e continuou guiando o veículo, que parou na contramão da avenida Eldes Scherrer Souza, em cima de um canteiro.

Lá, ele, que estava com diversas perfurações pelo corpo, ficou agonizando até a chegada do socorro, mas não resistiu. Dentro do carro, a polícia encontrou R$ 637. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do município.

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) informou que a jovem baleada tem registro por posse de arma. O motorista já tinha sido preso em 29 de fevereiro de 2016, por roubo, e liberado em 1 de março após decisão judicial.

Leia também: Jovem tem carro fuzilado e morre após deixar mulher em hospital
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS