X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Ajudante de pedreiro é morto por atiradores em Cariacica

| 12/02/2020 09:15 h

Vítima estava em um bar vendo amigos jogar baralho
Vítima estava em um bar vendo amigos jogar baralho |  Foto: Júlia Afonso

O ajudante de pedreiro Deivison Muniz Rodrigues, de 30 anos, foi morto na noite de terça-feira (11) enquanto estava em um bar vendo amigos jogar baralho em São João Batista, Cariacica. Três suspeitos chegaram armados e dois deles executaram a vítima, que morreu com perfurações no tórax, no braço e nas costas.

Deivison Muniz Rodrigues, de 30 anos
Deivison Muniz Rodrigues, de 30 anos |  Foto: Reprodução/ Redes sociais
Testemunhas contaram que um dos suspeitos de ter atirado contra o ajudante de pedreiro é um ex-morador da região, que estaria foragido da prisão há cerca de uma semana. "Na saidinha de Natal ele veio aqui, com uns 10 homens. Eles atiraram para todos os lados e ele dizia que ia matar qualquer um que visse pela frente", contou um morador, que não quis se identificar.

Na noite de terça, três homens jogavam baralho na frente do bar, que fica na travessa São Benedito. Deivison estava em pé, contra uma parede. "Os três atiradores chegaram, armados. Um deles ficou parado na rua enquanto os dois foram em direção ao Deivison", afirmou um auxiliar de servidos gerais, de 29 anos, irmão da vítima.

Familiares e amigos estão indignados com o crime, e relataram que o suspeito já tinha ido na rua outras vezes, ameaçando moradores de morte sem motivo aparente. Deivison deixou quatro filhos: três meninas de 8, 12 e 14 anos, e um menino de 2.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS