search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polícia prende suspeitos de chefiar quadrilha que assaltou 50 farmácias em Vitória

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Polícia prende suspeitos de chefiar quadrilha que assaltou 50 farmácias em Vitória


Os suspeitos são apontados como líderes do grupo criminoso que assaltou cerca de 50 farmácias no últimos seis meses nos bairros Praia do Canto e Jardim Camburi (Foto: Divulgação/ PCES)Os suspeitos são apontados como líderes do grupo criminoso que assaltou cerca de 50 farmácias no últimos seis meses nos bairros Praia do Canto e Jardim Camburi (Foto: Divulgação/ PCES)

A Polícia Civil prendeu duas pessoas suspeitas de chefiar quadrilha que assaltou cerca de 50 farmácias no últimos seis meses nos bairros Praia do Canto e Jardim Camburi, em Vitória.

Paloma Ribeiro dos Santos, de 22 anos, e Iury Petter Leite dos Santos, de 18, são apontados como líderes do grupo criminoso e foram presos e nesta segunda-feira (17), respectivamente.

Paloma já trabalhou em farmácia, mas foi demitida no começo da pandemia. Com o conhecimento que obteve enquanto trabalhava, a suspeita se associou com outras pessoas para cometer os crimes. Ela foi presa no último dia 5 de abril, com outros dois suspeitos, após praticar três assaltos no mesmo dia.

"Pela facilidade de ter um conhecimento da rotina das farmácias, ela viu aquela oportunidade e se juntou a outros criminosos que aceitaram essa atividade criminosa e começou a efetuar esses roubos. Como estava dando certo ela foi fazendo roubos, roubos e roubos", disse o delegado Gabriel Monteiro.

Yuri foi preso nesta segunda-feira (17) no bairro Tabuazeiro, em Vitória. Com ele havia produtos roubados das farmácias além de uma arma de fogo.

Além de Paloma e Iury, outros dois adolescentes que seriam integrantes do grupo criminoso foram apreendidos.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos vão responder por roubo majorado e, como há mais de 50 boletins de ocorrência de crimes cometidos pela quadrilha, os suspeitos vão responder por todos os assaltos cometidos.