search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Polícia prende acusado de guardar armas para o tráfico

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Polícia prende acusado de guardar armas para o tráfico


 (Foto: Divulgação/PCES)
(Foto: Divulgação/PCES)

Um suspeito de 25 anos foi preso em flagrante, no bairro Rio Marinho, em Vila Velha, acusado de guardar armas de traficantes da região. De acordo com a Polícia Civil, as investigações tiveram início em dezembro do ano passado, após denúncias de festas e vendas de drogas na casa do rapaz. 

A prisão aconteceu, na tarde desta terça-feira (26), durante uma operação realizada por policiais do Departamento Especializado em Narcóticos (Denarc), com apoio da Polícia Judiciária da Força Nacional. Com o suspeito, foi apreendido um revólver carregado.

“O detido é investigado por guardar armas de traficantes da região, como Rio Marinho e Jardim Marilândia. Em depoimento, ele confessou que estava guardando os armamentos, porém ele não informou para quem seria”, disse o delegado-chefe do Denarc, Tarcísio Otoni.

Ainda de acordo com o delegado, após realizar diversas diligências prévias, os policiais civis apreenderam no interior da residência do suspeito um revólver Taurus, calibre .38, carregado com seis munições. “Por este motivo, ele foi autuado, em flagrante, por posse de arma de fogo e liberado após o recolhimento da fiança arbitrada”, contou Tarcísio Otoni.

A autoridade policial ainda explica que o suspeito já tinha passagens pelo sistema prisional no Estado da Bahia, “por roubo, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Segundo as investigações, ele estava morando no Espírito Santo há seis meses, vindo de Eunápolis, na Bahia”, informou Otoni.

As investigações continuam com o objetivo de identificar os outros membros da organização criminosa que agem na região.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados