search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

PM nas ruas para evitar saques durante a quarentena

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

PM nas ruas para evitar saques durante a quarentena


Secretário Alexandre Ramalho e o novo  comandante da Polícia Militar Douglas Caus tomaram posse ontem (Foto: Reprodução Facebook)
Secretário Alexandre Ramalho e o novo comandante da Polícia Militar Douglas Caus tomaram posse ontem (Foto: Reprodução Facebook)

“Se o criminoso ver o giroflex ligado, ver o colete do policial militar, ele não vai agir. Vamos aumentar a ostensividade da polícia para que os saques não venham a acontecer”. A declaração é do novo secretário de Estado da Segurança Pública, Alexandre Ramalho, durante entrevista coletiva na terça-feira (7).

A coletiva, assim como outras feitas pelo governo do Estado, foi realizada por meio de videoconferência, para evitar aglomerações e a disseminação do coronavírus.

Essa é uma das promessas do novo secretário: aumentar a presença da polícia em áreas mais atingidas por crimes contra o patrimônio (furtos, roubos, arrombamentos, latrocínios), principalmente nesse período do coronavírus.

A substituição do secretário anterior, Roberto Sá, aconteceu em meio a um aumento no número de homicídios no Estado, especialmente na Grande Vitória, que registrou 12 assassinatos apenas no último fim de semana.

Além de Alexandre Ramalho e do governador Renato Casagrande, a coletiva teve a presença do novo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Douglas Caus, que substitui o coronel Márcio Eugênio Sartório.

De acordo com o governador, a redução de homicídios é muito importante.

“Avançamos muito nos últimos anos em termos de segurança pública. Estamos passando agora por dificuldade em termos de números de homicídios, mas tenho certeza de que a gente vai ter resultado”, disse Casagrande.

A participação do governador na coletiva foi rápida, e as perguntas dos jornalistas foram permitidas apenas aos dois coronéis. O anúncio das duas substituições foi feito pelo governo entre a noite de segunda-feira (6) e a manhã de terça.

O novo secretário disse que respeita o trabalho do colega que deixou a pasta e destacou que sua gestão vai ser marcada por dois pilares: investimento em inteligência e integração das instituições, como as polícias Militar e Civil, guardas municipais, prefeituras, Judiciário e Ministério Público.

Já o coronel Caus disse que já está preparando a tropa para reforçar o policiamento nas regiões com maior número de assassinatos.

“Analisamos cenários e dados estatísticos para que nós possamos redirecionar o nosso policiamento já no fim de semana”, garantiu novo comandante-geral da PM.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados