X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esporte Pernambuco

Sport perde de 2x0 para o Atlético/MG e sai em desvantagem para o jogo da volta

Classificação para as oitavas-de-final será decidida no próximo dia 22 de maio, dentro da Arena de Pernambuco


Imagem ilustrativa da imagem Sport perde de 2x0 para o Atlético/MG e sai em desvantagem para o jogo da volta
Guilherme Arana marcou o segundo gol da vitória do Galo |  Foto: Rafael Costa

O Sport procurou jogar do mesmo jeito que vem atuando na temporada: com marcação alta e buscando o ataque o tempo todo. Sem dúvida alguma, atuou com personalidade, sem medo. O problema é que o adversário da noite desta terça-feira foi o Atlético/MG, um dos melhores times brasileiros da atualidade.

Por isso, o Leão encarou uma verdadeira “pedreira” na Arena MRV e saiu de campo com uma derrota por 2x0, pela partida de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Foi o fim da invencibilidade de 13 jogos construída ao longo dos últimos dois meses.

Mas para seguir vivo na competição, o Rubro-negro terá que vencer o Alvinegro, no próximo dia 22 de maio, na Arena de Pernambuco, por três gols de diferença. Se repetir a vantagem construída pelos mineiros, a vaga nas oitavas-de-final será decidida nos pênaltis.

No duelo desta noite, o Galo foi tão superior que, além dos 2x0, meteu três bolas na trave e ainda teve dois gols anulados pelo VAR. Os artilheiros da noite foram Zaracho, aos 28 do primeiro tempo, após uma falha infantil do lateral leonino Felipinho; e Guilherme Arana, aos 12 da etapa complementar, numa jogada ensaiada de escanteio.

O prejuízo para o Sport só não foi maior porque o goleiro Caíque França se esticou para salvar de uma cabeçada de Hulk, aos 17, e de uma finalização de Vargas, nos acréscimos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: