X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Cidades

Veja a diversidade marinha e estuarina sob influência de Suape

São 369 espécies e os dados do painel foram coletados ao longo de oito anos de monitoramento


Imagem ilustrativa da imagem Veja a diversidade marinha e estuarina sob influência de Suape
Além de grandes animais marinhos, há 369 espécies de plâncton, nécton e bentos na área do atracadouro. |  Foto: Foto divugação

Em uma homenagem ao Dia Nacional de Defesa da Fauna, celebrado nesta sexta-feira (22), o Complexo Industrial Portuário de Suape lança um impressionante painel digital que destaca a riqueza da vida marinha e estuarina em sua área de influência. Com dados de 369 espécies de plâncton, nécton e bentos, essa iniciativa é parte das ações voluntárias de sustentabilidade da estatal portuária, reforçando seu compromisso com o ecossistema aquático local.

O detalhado painel, que pode ser acessado no site institucional do atracadouro pernambucano aqui, demonstra a dedicação de Suape em expandir o conhecimento sobre a fauna e a flora que habitam a região. Ele também enfatiza a importância da conservação dos habitats naturais em meio ao desenvolvimento portuário.

"O Dia da Fauna é uma data especial dedicada à celebração e à conscientização sobre a importância dos animais silvestres e da biodiversidade em geral. A ocasião nos convida a refletir sobre a diversidade de espécies que compartilham conosco a região e sobre os desafios que enfrentam para sobreviver em um mundo em constante mudança", afirma o diretor de Sustentabilidade de Suape, Carlos Cavalcanti.

Os dados que compõem o painel foram coletados ao longo de oito anos de monitoramento da vida marinha, em 15 pontos estratégicos da área portuária e seus arredores. Isso abrange organismos do plâncton, nécton e bentos, incluindo espécies de relevância ecológica variada.

Essa divulgação proativa demonstra o compromisso da administração da estatal em promover a conscientização sobre a fauna e a flora locais, enquanto desenvolve suas atividades portuárias com responsabilidade ambiental.

Além disso, essas ações estão em total sintonia com o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 14, Vida na Água, da Agenda 2030 das Nações Unidas, bem como com os propósitos da Década do Oceano (2021-2030). "Isso reforça o compromisso do atracadouro com o meio ambiente", enfatiza o diretor Carlos Cavalcanti.

Explorando a biodiversidade marinha
O plâncton, composto por organismos que flutuam passivamente nas correntes e movimentos das águas, inclui uma variedade de seres microscópicos, unicelulares ou pluricelulares, como algas, microalgas, bactérias e protozoários. Enquanto isso, o nécton abriga criaturas com capacidade de natação, como peixes, alguns moluscos, répteis e mamíferos marinhos.

Por fim, os bentos compreendem organismos que habitam o fundo marinho ou estuarino, incluindo a emblemática estrela-do-mar. Com essa divulgação, Suape destaca a diversidade de vida que compartilha seu ambiente e reforça seu compromisso com a preservação e a conscientização ambiental, em um esforço conjunto para proteger e celebrar a fauna e a flora do local.



Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: