X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Cidades

Páscoa: momento de renovação e esperança para famílias em luto

Somente em Pernambuco, há estimativas de que mais de 300 mil pessoas vivenciam o sentimento de perda


Imagem ilustrativa da imagem Páscoa: momento de renovação e esperança para famílias em luto
Para famílias enlutadas, a data pode ajudar a ressignificar sentimentos |  Foto: Divulgação

A Páscoa, celebrada por milhões de pessoas em todo o mundo, é um momento de reflexão sobre a vida, a morte e a ressurreição. Para as famílias que vivenciam o luto, essa data assume um significado ainda mais especial, representando uma oportunidade de ressignificar os sentimentos e encontrar esperança em meio à dor. 

Cruzando dados do Estudo Nacional de Saúde Mental (2019), da Pesquisa Vigitel (2022) e do IBGE (2023), a estimativa é de que, no Brasil, 3 milhões de pessoas estejam de luto, sendo 314.098 delas em Pernambuco. Nem sempre é fácil superar. Às vezes, nunca se supera determinadas perdas.

Contudo, segundo a psicóloga especialista em luto Simone Lira, o apoio social é fundamental para que os enlutados possam lidar com a dor da perda e seguir em frente.

"A Páscoa é um momento de reflexão, de entender que a dor não vai acabar, mas que há esperança de renovação. A comunidade desempenha um papel crucial ao oferecer apoio e assistência, motivando as pessoas a acreditarem que dias melhores virão, assim como o renascimento simbólico que a Páscoa representa”, destacou a profissional.

Cerimônias personalizadas e significativas

O Morada da Paz, cemitério, funerária e crematório, diz que oferece uma série de serviços de apoio ao luto na Páscoa, incluindo cerimônias personalizadas que celebram a vida e o legado dos entes queridos.

"Em nossas cerimônias, buscamos destacar a importância da Páscoa como um símbolo de renovação e esperança", explica Tayroni Carlos, cerimonialista fúnebre do Morada da Paz. "As famílias podem escolher músicas, leituras e outros elementos que transmitam conforto e significado para este momento tão especial."

Ainda segundo ele, uma das formas de encontrar conforto no luto é acreditar que, após a morte há o renascimento, e é isso que buscamos destacar em algumas de nossas cerimônias. A ressurreição materializa-se na ideia de prosseguir o legado deixado pelos entes queridos, é uma oportunidade de ressignificar e prolongar sua trajetória."

Já Safira Santana, cerimonialista fúnebre do Morada da Paz, ressaltou a importância das tradições familiares, para os adeptos, durante a Páscoa. "A Páscoa é um momento de conforto espiritual, de relembrar memórias afetivas e celebrar a vida”. Assim, em um ambiente de respeito, acolhimento e esperança para aqueles que vivenciam o luto, o Morada da Paz promove conversas significativas sobre renovação e continuidade da vida”, disse ela.

Saiba mais

O número de 3 milhões de pessoas em luto no Brasil é uma estimativa baseada em diferentes estudos e pesquisas, como:

Estudo Nacional de Saúde Mental (2019): realizado pelo Ministério da Saúde, o estudo indicou que 15,2% da população brasileira apresentava algum transtorno mental, sendo o transtorno de luto um dos mais prevalentes.

Pesquisa Vigitel (2022): realizada pelo Ministério da Saúde, a pesquisa apontou que 13,5% da população brasileira relataram ter perdido alguém próximo nos últimos 12 meses.

Dados do IBGE (2023): o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística registra o número de óbitos no Brasil, que em 2023 já ultrapassa 1 milhão de mortes.

Com base nesses dados, estima-se que cerca de 3 milhões de pessoas no Brasil estejam em processo de luto, considerando diferentes tipos de perdas, como morte de familiares, amigos, cônjuges, filhos, entre outros.


Quando procurar ajuda profissional:

1 - Se a dor da perda estiver interferindo nas suas atividades diárias, como trabalho, estudos, sono e alimentação.

2 - Se a pessoa estiver com pensamentos suicidas ou de automutilação.

3 - Se a pessoa estiver com dificuldade para lidar com a raiva, a culpa ou a tristeza relacionadas à perda.

4 - Se a pessoa estiver se sentindo isolado e sem apoio social.

Texto contou com a colaboração de Inteligência Artificial Gemini para cruzamento de dados e informações da assessoria de imprensa do Morada da Paz.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: