X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Cidades

Entregador morre ao colidir com motoqueiro que andava na contramão e sem farol

Sinistro ocorreu na PE-15, nas imediações do cemitério Morada da Paz


Imagem ilustrativa da imagem Entregador morre ao colidir com motoqueiro que andava na contramão e sem farol
Ubiratan trabalhava como motoboy há quatro anos, deixa esposa e uma filha de dois anos |  Foto: Reprodução da TV Tribuna PE

O enterro do entregador de aplicativos Ubiratan Carlos Lopes dos Santos, 32 anos, ocorreu nesta sexta-feira (3) sob um clima de comoção da família, no cemitério de Guadalupe, em Olinda, no Grande Recife.

O motoboy faleceu na madrugada do dia 2 após ser atingido por uma moto que estava sendo empinada pelo seu condutor, ainda não identificado.

Ubiratan estava fazendo sua última entrega antes de largar e trafegava na PE-15, na altura do cemitério Morada da Paz, em Paulista, quando foi atingido pelo motoqueiro que fazia um “rolezinho” na área.

Além de estar com a moto empinada, o motoqueiro estava na contramão e com o farol apagado. Ubiratan não viu e se chocou com o veículo. Ele, o homem e a mulher caíram no chão com o choque.

Os dois últimos estão vivos e internados no Hospital da Restauração. Segundo informações da assessoria de imprensa do HR, o homem que pilotava a moto passou por cirurgia e está em estado grave. Já a mulher, que também foi operada, está estável.

Ainda houve uma quarta vítima, justamente o homem que fez as filmagens, que estava usando usando um celular e ferindo as leis de trânsito.

Imagem ilustrativa da imagem Entregador morre ao colidir com motoqueiro que andava na contramão e sem farol
Motoqueiro, que é diferente de motociclista, está internado em estado grave. A mulher que o acompanhava está com um quadro de saúde estável. Ambos estão no Hospital da Resturação |  Foto: Reprodução da TV Tribuna PE

Ubiratan trabalhava como motoboy há quatro anos, deixando uma mulher e uma filha de 12 anos. Ele chegou a ser socorrido para o hospital da Restauração, mas não resistiu.

O último pedido de uma mãe: 'Só peço forças a Deus'

“Meu filho estava trabalhando, um bom filho, bom dono de casa, bom esposo. Só peço forças a Deus”, disse a mãe, Elisabeth Adina. “Eu quero justiça”, declarou a esposa Willyane Silva Melo.

A tragédia ocorreu em meio a uma campanha do Maio Amarelo, um mês de conscientização sobre a segurança no trânsito. “Esse rolezinho está acontecendo há muito tempo”, disse o primo Otoniel Ribeiro, que cobrou fiscalização do governo do estado na área. 

O homem, que empinava a moto, estava com uma mulher na garupa. O suspeito estava acompanhado de outros motoqueiros que cometeram as mesmas infrações.

O caso está sendo visto por amigos e parentes como homicídio com dolo eventual. Embora o motoqueiro não tivesse a intenção, ele assumiu os riscos de usar o veículo de forma irregular, assemelhando-se a alguém que bebe e dirige. A Polícia está investigando o caso.

A reportagem completa de Marwyn Barbosa pode ser conferida no Brasil Urgente, da TV Tribuna PE (canal 4.1) e na primeira edição do Jornal da Tribuna.


Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: