X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Cidades

Chuvas fortes castigam Pernambuco e transtornos para a população são grandes

Aulas suspensas, ruas alagadas e casas inundadas são alguns dos impactos


Imagem ilustrativa da imagem Chuvas fortes castigam Pernambuco e transtornos para a população são grandes
A falta de infraestrutura das cidades para receber o inverno aumenta os prejuízos emocionais e materiais |  Foto: Foto Reprodução das Redes Sociais

O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu o alerta laranja para a Região Metropolitana do Recife, a Zona da Mata e o Agreste de Pernambuco, podendo chegar até 100 mm em algumas cidades. O aviso é válido até as 18h desta quinta-feira (14).

Apesar de o tempo ainda estar nublado e de todos os transtornos vividos pela população ao longo dia, a Agência Pernambucana de Águas e Clima não renovou o alerta sobre as chuvas para o estado.

Segundo a APAC, a chuva da manhã de hoje já estava prevista como atípica, bem como a de ontem à tarde, à noite e de madrugada.

A falta de infraestrutura das cidades para receber o inverno, no entanto, aumenta os prejuízos. Pessoas ficam vulneráveis a pegar doenças, a levar choques, a faltar o dia de trabalho, a perder bens materiais (como carros e casas) e a perder a própria vida.

O que se viu, ao longo do dia, foram aulas paralisadas, ruas alagadas, carros transitando em meio às águas e pessoas com águas acima do joelho. A reportagem recebeu várias imagens de lugares afetados, especialmente em Maranguape, em Paulista, Rio Doce, em Olinda, Nova Descoberta, no Recife.

No Agreste e na Mata Norte, as chuvas foram significativas em vários municípios, ultrapassando os 50 mm. Já no Sertão, onde havia maiores chances de previsão de chuvas fortes, e na Mata Sul, a precipitação ficou em torno de 30 mm.

As cidades onde houve maiores precipitações foram: Barra de Guabiraba (103 mm), Vicência (77 mm), São Vicente Ferrer (58 mm), São José da Coroa Grande (30 mm), Ipojuca, CAbo, ambas com 30 mm, Camaragibe (26 mm) e Recife (21 mm).

O que acontece nos próximos dias?

De acordo com a APAC, a previsão é de chuva fraca a moderada, além de sol para os próximos dias, inclusive no final de semana.

“A gente não tem previsão de nenhum sistema significativo. Então, já deve até aparecer o sol em algumas regiões ou ficar com chuvas fracas a moderadas”, disse o meteorologista Rony Guedes.

Na meteorologia, "sistemas" se referem a grandes padrões na atmosfera que influenciam o tempo e o clima em diferentes escalas, desde local até global. Eles são formados pela interação de diversos elementos meteorológicos, como: temperatura, pressão atmosférica, umidade e vento.

De acordo com o meteorologista, para o final de semana, o tempo vai ficar mais tranquilo. “Não temos previsão de nenhum sistema significativo (como aconteceu ontem e pela manhã). Então, a gente deve ter chuvas fraca a moderada, comum aqui da região do litoral. Se tiver uma pancada de chuva, será momentânea”, destacou.

Indagado se a temperatura iria amenizar, com as chuvas, Rony Guedes disse que só a partir de 22 de março, quando o Outono começa. “Nesse final de semana, por exemplo, devemos voltar a ter calor aqui na região e só deve esfriar mesmo quando estiver mais próximo do período do inverno”.

Exemplo de várias cidades onde houve alagamentos ao longo do dia, alguma delas não choveu acima de 30 mm para ter todo este transtorno Divulgação

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: