search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Perigosa ilusão
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Perigosa ilusão

O Brasileirão que inicia neste final de semana nos obriga a uma importante reflexão. E a demissão do técnico italiano Maurizio Sarri, de 61 anos, anunciada ontem, após a eliminação da Juventus nas oitavas de final da Liga dos Campeões, na sexta-feira, cai como luva nesta precipitada e açodada época das projeções de início de temporada.

O treinador campeão da Liga Europa com o Chelsea há dois anos, que havia feito bom trabalho no Napoli entre 2015 e 2018, chegou a Turim em junho de 2019 com planos de ficar por três anos. Foi eneacampeão italiano e perdeu um só jogo (e por 1 a 0!), dos oito da principal copa europeia. Mas não resistiu às tensões do vestiário... e caiu.

Vejam bem a importância do que não se vê em campo. Medido pelos números, o trabalho era ótimo: até a derrota para o Milan no cabalístico 7 do 7, Sarri acumulava 32 vitórias, cinco derrotas e sete empates em 44 jogos da Juventus.

Bastidores

Dali em diante algo houve nos bastidores e o trabalho se perdeu. O time só venceu quatro dos dez confrontos, perdeu outros quatro e empatou com Atalanta e Suassolo – jogos, aliás, em que as derrotas foram evitadas nos minutos finais, sendo a última com gol de pênalti de Cristiano Ronaldo.
Em linhas gerais, teve em um mês quase o mesmo número de derrotas verificado nos oito meses anteriores de bola rolando, já descontando a paralisação pela Covid-19.

Ainda que tenha registrado aproveitamento de apenas 46,6% nos últimos dez jogos, Maurizio Sarri deixou “la Veccia Signora” com aproveitamento de 71,8%, com 34 vitórias, oito empates e nove derrotas em 51 jogos.

O problema é que o time, apesar de ter o português CR7 e uma leva de astros internacionais, perdeu o título da Supercopa, em dezembro, para a Lazio, e o da Copa da Itália para o Napoli, em junho. Além, é claro, da eliminação na Liga dos Campeões para um surpreendente Olympique Lyon – e com gol de pênalti mal marcado por um árbitro alemão.

Favoritismo

Ou seja: atribuir favoritismo ao Flamengo para o bicampeonato brasileiro numa temporada cheia de nuances desconhecidas e com o elenco entregue a um treinador cujo trabalho autoral é ainda uma incógnita sob o ponto de vista da administração do vestiário, é desconsiderar o imponderável para construção de uma narrativa cômoda. E o torcedor não deveria se deixar iludir.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

O Atlético/MG de Sampaoli e o Atlético/GO de Vagner Mancini fizeram o melhor jogo desta 10ª rodada do Brasileirão, em Goiânia. Um 4 a 3 franco, bem disputado e otimamente arbitrado pela paranaense …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A luta por Domènec...

A entrevista do vice de futebol Marcos Braz, ontem, em Guayaquil, ratificou a informação publicada neste espaço: a cúpula rubro-negra entende que o ano atípico exige cautela na avaliação do trabalho …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Lá vem o Tite

A convocação da Seleção Brasileira para os dois primeiros jogos das eliminatórias da Copa do Mundo do Catar, nos dias 9 e 13 de outubro, contra Bolívia e Peru, trará um novo desconforto para Domènec …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Crédito até outubro

A eliminação do Benfica de Jorge Jesus com a derrota para o PAOK da Grécia na fase classificatória a fase de grupos da Champions League acendeu em alguns rubro-negros a chama da esperança do retorno …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

Com menos de um terço de disputa das rodadas do Brasileirão é nítida a preocupação com o desgaste dos jogadores. Poupar este ou aquele já não é ideia de um ou outro técnico — é o que eu prefiro, por …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Patrimônio afetivo...

Em tempos de pandemia, com a depressão invadindo as residências do mundo inteiro, em especial as de um Brasil desesperançado, a memória afetiva tem sido importante aliada na manutenção do pensamento …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A marcha lenta...

Das cinco partidas sem vitória no Brasileirão, em três o Botafogo esteve perto dos três pontos. No empate em 1 a 1 com o Flamengo, dois deles escaparam por segundos. No 2 a 2 com o Corinthians, mais …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A má escolha...

Tenho curiosidade em saber os valores do empréstimo dos direitos federativos de Piris da Motta, de 24 anos, do Flamengo para o Gençlerbirligi, da Turquia. Porque o paraguaio contratado em julho de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

A longevidade de Nenê

Nenê volta ao Morumbi hoje à tarde para enfrentar o São Paulo de onde saiu no ano passado, já aos 38 anos, como se fosse o estorvo que travava o time. Chegou ao Fluminense em junho sob a desconfiança …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

O exorcista

Dentre as virtudes que o Vasco tem demonstrado me chama atenção o fato de o time não se omitir em jogos fora do Rio de Janeiro. Pelo contrário, até: talvez tenha feito contra Ceará (3 a 0), Goiás (2 …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados