search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Perigo em rua sem iluminação
Qual a Bronca?

Perigo em rua sem iluminação

Rua São Sebastião ficou sem iluminação pública por um ano e quatro meses e registrou até venda de drogas (Foto: Kadidja Fernandes/AT)
Rua São Sebastião ficou sem iluminação pública por um ano e quatro meses e registrou até venda de drogas (Foto: Kadidja Fernandes/AT)

“A rua São Sebastião, que fica no bairro Santa Terezinha, está sem iluminação pública há praticamente um ano e quatro meses. Com isso, há muitas pessoas aproveitando a escuridão para vender drogas”, denunciam o entregador Wellington Machado Santos, a dona de casa Valdiane Maria Mota e o açougueiro Jerry José Mota, que moram no local.

Segundo eles, a Prefeitura alega que o problema é com a EDP, mas a empresa repassa para a prefeitura. “O certo é que estamos no escuro e precisamos de melhoria nos serviços, pois todos os moradores possuem ligações regulares e não contam com o serviço”, destacaram. Disseram ainda que estabelecimentos comerciais fecharam as portas por conta da escuridão durante a noite. “Pedimos que nos ajudem”.

A EDP informa que enviou equipe técnica a campo para inspecionar a rede e constatou que os danos foram causados por ligações clandestinas conectadas na rede de iluminação pública, os cabos foram retirados e a situação foi regularizada. Alerta que ligação clandestina é crime e oferece riscos, podendo causar graves acidentes tanto a quem faz a ligação, quanto aos demais moradores da área, além de danos em equipamentos. Denúncias tel: 0800 721 0707

A Prefeitura de Viana destaca que o reparo na rede elétrica da rua já foi realizado pela equipe responsável pela iluminação pública do município.

A Polícia Militar explica que, conforme o que lhe compete, realiza policiamento ostensivo dia e noite em toda a região citada. No entanto, cabe ressaltar que a redução no índice criminal não cabe somente a PM, mas sim a diversos órgãos envolvidos na segurança pública.

O que diz o leitor

Welington,Valdiane e Jerry disseram
que a situação foi normalizada
após o contato da Coluna com os citados.


Cachoeiro de Itapemirim

Mudança na CNH
Jorge Marcelo Pereira Pimentel, motorista de aplicativo

“Preciso de uma renda extra e para tanto fui renovar minha CNH para transporte remunerado e descobri que não se pode mais escolher onde fazer o exame”.

O Detran-ES explica que a CNH do reclamante foi emitida no dia 09 de setembro e o condutor pode baixar a CNH no celular, que tem a mesma validade jurídica do documento físico.

Residencial Coqueiral

Tampas quebradas
Bento Rosa, aposentado

“As tampas da rede de esgoto da rua Emanuel estão danificadas. Como ficam no meio da via, levam risco a motoristas, ciclistas e pedestres”.

A Prefeitura de Vila Velha destaca que sinalizou o local até que a tampa seja substituída, o que deve acontecer nos próximos dias.

Flexal II

 (Foto: Gileno Resende Lopes)
(Foto: Gileno Resende Lopes)
Rua sem calçamento
Gileno Resende Lopes, vigilante

“No mês passado, o caminhão que faz a coleta de lixo no bairro ficou preso num buraco da rua Boa Vista e se as condições da rua não melhorarem o serviço será suspenso”.

A Secretaria de Obras de Cariacica alega que fará a captação de recursos junto ao Estado e a União para asfaltamento de vias.

Porto Novo

Falta de água
Ana Cleia Barreto P. Nunes, dona de casa

“Desde sexta-feira, dia 4, que estamos sem água na rua Evangélica. A Cesan alega que não há problemas, mas as torneiras estão secas. Peço providências”. A Cesan esclarece que não há registro de falta de água na rua. Quando detectadas falhas, a empresa envia carro. É só ligar para o tel.: 115.

Santa Teresa

Descarte de lixo
Vanderlei Rodrigues da Vitória, supervisor de rede

“Ao visitar a cidade no mês passado, fui conhecer a Usina de Lixo, que fica ao lado de uma lagoa, sem qualquer infraestrutura e com trabalhadores expostos”. A Prefeitura de Santa Teresa foi procurada pela coluna desde 8 de agosto e nada respondeu.

Primavera

Corte de árvore
Joana Pimentel Arantes, comerciante

“Moro na rua Florêncio de Souza. Na frente da minha casa, tem uma árvore encostada na rede elétrica que danificou meu telhado”. A EDP explica que sua equipe técnica foi ao local e não constatou os galhos na rede. O ressarcimento de danos pode ser solicitado nos canais de atendimento da empresa.


Opinião do Leitor


Incêndios

Assistimos no País práticas que não se aliam com o melhor uso da terra, através de ações rudimentares e nefastas, que resultam em queimadas e incêndios e, infelizmente, muitos praticados de forma criminosa, provocando tragédias nas regiões envolvidas, como ocorre atualmente nos estados do Centro-Oeste (cerrados) e Norte.

Vemos o assassinato de diversas espécies da fauna e flora, muitas em risco de extinção, além da destruição de propriedades, casas e outros materiais, causando prejuízos de grandes dimensões. Diante desse grave cenário, é urgente que se tome medidas mais rigorosas, identificando os causadores destes desastres e punindo-os.

João Carlos Nunes Ramos
Bento Ferreira – Vitória

Rua da Lama

Som alto, sexo explícito, drogas, bebidas e outras perversões. Assim é a Rua da Lama em Jardim da Penha, Vitória. Podemos também chamá-la de Sodoma moderna da pandemia.

Valdeci Carvalho Ferreira
Mata da Serra – Serra

Prazeres

Ao dizer que “o prazer de comer e o prazer sexual derivam de Deus”, o papa Francisco dá imenso passo à frente, além da Idade Média, quebrando milenar tabu de uma cultura retrógrada sobre os prazeres que a mãe natureza prodigalizou aos seres vivos, como se fosse algo a ser, indiscriminadamente, encaixado nos sete pecados capitais.

Moralistas de plantão esquecem que, não só os dois prazeres citados, mas todos os prazeres, aliciado pelos sete sentidos do corpo, são dádiva da sábia natureza, para a busca da felicidade.

Elizio Nilo Caliman
Lago Norte – Brasília-DF

Primavera

Entramos na primavera, mês das flores e entre elas, a rosa. De todas, a que mais se presta a simbolismos.

Na idade média havia estalagens que rodeavam as grandes entradas com tabuletas indicando ao viajante que ele se encontrava sob o signo da rosa, e que tudo que ouvisse, falasse e fizesse jamais seria divulgado.

Tudo em obediência às Ordens Ocultas, principalmente a Ordem Maçônica, Rosacruz e outras. Viajante é uma das profissões mais sagradas para a Maçonaria.

Antonio Cicero de Miranda
Jardim Colorado - Vila Velha

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados