search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Pela disseminação de notícias reais, é preciso mudar e rápido
Tribuna Livre

Pela disseminação de notícias reais, é preciso mudar e rápido

A mentira existe desde que o mundo é mundo. Nem mesmo os filósofos da antiguidade conseguiram entrar num consenso sobre o tema: Platão disse que sim, o indivíduo tem o direito de mentir, mas Aristóteles, Santo Agostinho e Kant disseram que não.

O ato é considerado um pecado em muitas religiões, sem contar que a mentira traz uma série de dilemas éticos e morais para a discussão.

Que proporções pode tomar uma mentira? A frase “Uma mentira dita mil vezes torna-se verdade”, atribuída a Joseph Goebbels, ministro da propaganda na Alemanha Nazista, traz uma dimensão dos impactos que uma mentira contada e recontada pode causar. Ao cidadão, contar uma mentira aqui e ali pode parecer algo sem importância, mas com a propagação em massa de informações nas redes sociais, uma mentirinha pode custar muito.

As fake news profissionalizaram a mentira e alcançam efeitos muito além das lorotas do dia a dia. O mundo começou a dar atenção a essas fábricas de notícias falsas quando se deu conta de que há estrutura organizada para propagar manchetes mentirosas a serviço desse ou daquele interesse.

A imprensa internacional começou a usar o termo fake news durante a eleição de 2016 nos Estados Unidos, na qual Donald Trump tornou-se presidente. Naquele ano, uma análise do BuzzFeed News apontou que as notícias falsas sobre aquele pleito tiveram mais alcance no Facebook do que em matérias publicadas em 19 grandes veículos de comunicação, como os jornais “New York Times”, o “Washington Post” e a NBC News.

De lá para cá, o disparo de fake news tomou proporções mundiais, e, claro, chegou ao Brasil. Segundo estudo do Centro Regional para o Desenvolvimento de Estudos sobre a Sociedade da Informação (Cetic.br), três em cada quatro brasileiros acessam a internet, o que equivale a 134 milhões de pessoas. Campo fértil para a distribuição de informações enganosas.

As notícias falsas estão no grupo de trabalho, do condomínio, da turma da faculdade, dos amigos, da família. O irreal encanta, impacta, mexe com os sentidos do interlocutor. Tratar desse mal é um desafio. É preciso entender que notícia é uma informação verificável e de interesse público. Precisamos disseminar notícias reais.

Vivemos tempos obscuros e dar asa à imaginação ajuda a aliviar a realidade que nos cerca. Talvez por essa razão o número de notícias falsas tenha crescido. Com esse desafio em mãos, empresas de todo o País têm discutido o tema em fóruns da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). A ideia é colocar o assunto em pauta, criar espaço e atingir a sociedade.

A desinformação é usada, seja de forma deliberada ou orquestrada, para confundir e manipular. Esses provedores atacam a vulnerabilidade de pessoas que nem sequer pensam no mal que estão fazendo. As fakes news estão enraizadas numa sociedade que repassa conteúdo sem analisar do que se trata, sem olhar para onde, que grita sem saber para quem. É hora de mudar. Já.

Breno Arêas é diretor do Capítulo Aberje Espírito Santo e gerente de comunicação da Unimed Vitória

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Saúde e segurança do trabalho para impulsionar a economia

Mais de um ano se passou do anúncio da pandemia, uma batalha global contra o SARS-CoV-2, o novo coronavírus, que agora parece ter uma luz no fim do túnel com as vacinas. Mas ainda é preciso estar …


Exclusivo
Tribuna Livre

Maioridade penal e a aprovação da lei no combate à criminalidade

Diz o art. 5º do vigente Código Civil: “A menoridade cessa aos dezoito anos completos, quando a pessoa fica habilitada à prática de todos os atos da vida civil.” E o parágrafo único do mesmo …


Exclusivo
Tribuna Livre

Produtos perigosos e riscos que transitam em nossas rodovias

Substâncias perigosas de diversas origens são transportadas diariamente pelas estradas brasileiras. Entre os milhares de veículos que atravessam o País, estão os que conduzem cargas perigosas e quase …


Exclusivo
Tribuna Livre

Cuidado, cyberstalker! Agora, você poderá ser visto e julgado

Você, assim como eu, costuma postar fotos do seu dia a dia, aonde vai, o que come e como vive? Compartilhar experiências da vida nas redes sociais digitais faz parte. Aliás, essas mídias estão …


Exclusivo
Tribuna Livre

Inconstitucionalidade do imposto de herança sobre bens no exterior

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou a inconstitucionalidade da cobrança de Imposto de Transmissão Causa Mortis ou Doação (ITCMD) sobre bens existentes no exterior, ao julgar RE 851.108-SP, …


Exclusivo
Tribuna Livre

O caos pandêmico e o tempo desnorteado

“Que é, pois, o tempo?” Santo Agostinho cravou: “Se ninguém me perguntar, eu sei; se quiser explicá-lo, já não sei”. Existindo no tempo, este líquido amniótico em que mergulhamos ao nascer, transitam…


Exclusivo
Tribuna Livre

Lei Aldir Blanc e a união cultural de Norte a Sul do Brasil

O trabalho realizado em tempo recorde para que o setor produtivo da cultura obtivesse o recurso da lei, deixou a certeza de que esse é apenas o começo de uma transformação. Toda a experiência que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Ato médico e questão de ética

Nos dias atuais têm sido cada vez mais frequentes as discussões médico-jurídicas quanto ao tratamento da Covid-19. Independentemente de questões político-partidárias, há uma certeza: existe um …


Exclusivo
Tribuna Livre

Prioridade para uma reflexão sobre a pandemia da Covid-19

Embora tenha ocasionado a morte de milhares de pessoas no Brasil e de milhões no mundo, no início do século passado, a chamada "gripe espanhola", para a grande maioria dos brasileiros, é desconhecido …


Exclusivo
Tribuna Livre

Os segredos para sair dessa crise melhor do que entrou

O momento sem dúvida é de reflexão, mas posso afirmar que você precisa resgatar aquele vendedor adormecido dentro de você para vencer essa crise. Se você por algum motivo está em uma posição …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados