search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Pedagoga faz dieta e perde 40 quilos em seis meses

Notícias

Publicidade | Anuncie

Saúde

Pedagoga faz dieta e perde 40 quilos em seis meses


A pedagoga e professora Edileide de Queiroz Stabile, 54, é um exemplo de superação. Ela conseguiu perder 40 quilos em seis meses, sem ajuda de remédios ou fórmulas emagrecedoras.

Edileide contou que nasceu gordinha, com 4,5 kg e teve uma infância rechonchuda. “Eu só perdi peso quando entrei na adolescência. Até a gestação do meu primeiro filho eu pesava 54 kg, como tenho 1,65, na época eu estava magra. Mas o tempo passou e eu engordei, chegando aos 120 quilos”.

Estagnada no peso, a pedagoga lutou contra a balança por anos. Porém, ela só conseguiu perder peso de forma definitiva quando mudou a prioridade de sua vida.

“Antes eu queria emagrecer para ficar bonita, então recorria a muitos atalhos que não davam certo. Quando mudei o meu pensamento e passei a me preocupar com a minha saúde, o processo começou a funcionar”, relatou.

Edileide mostra a redução de medidas e lembra que teve 120 kg (destaque) (Foto: Acervo Pessoal)
Edileide mostra a redução de medidas e lembra que teve 120 kg (destaque) (Foto: Acervo Pessoal)

No ano passado, ela buscou uma consultoria com nutricionistas, endocrinologistas e terapeutas para ajudar na corrida contra o peso.

“A terapia foi fundamental. Com a análise eu descobri porque não conseguia me manter magra. O meu emagrecimento é um processo de muitos anos, mas só funcionou quando eu passei a me conhecer melhor.”

Durante a semana, a dieta de Edileide é rigorosa. Ela opta por alimentos sem amido, excluindo arroz, batata, macarrão e pão, por exemplo. O foco é nas frutas, verduras e proteínas magras.

“No café da manhã eu como omelete com queijo. O almoço é um 'arroz' de couve-flor, frango e verduras. O jantar é bem leve, com carne magra e legumes.”

Ela contou que o ponto fraco são os doces. “Como chocolate 70% cacau. Aprendi que quanto menos doces eu como, menos vontade tenho de comer”.

A pedagoda ainda quer perder mais 15 quilos. “Vou continuando aos poucos, sem remédios. Agora só preciso de coragem para entrar na academia”.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados